Afinando pessoas, pássaros e flores

Afinando-Pessoas_500(SEGUNDA-FEIRA), 06 de março, 17h50, Sala 3

Portugal, 2016, 65 minutos

Realizador: Luís Margalhau

Prémios: Prémio Competição Avanca Documentário; Prémio Estreia Mundial Documentário

Sinopse: Abra os ouvidos e Escute. À sua volta e dentro de si. Procure o canto dos pássaros, o rumor das canas, o murmúrio da água, o gemido dos eléctricos na calçada velha, o assobio do amolador nas vielas, um piano numa fábrica antiga, a canção que a sua avó lhe cantava.

 


 

Cícero Dias – o compadre de Picasso

cícero-dias_500(TERÇA-FEIRA), 07 de março, 18h30, Sala 3

Brasil, 2016, 79 minutos

Realizador: Vladimir Carvalho

Sinopse: Pintor pernambucano ligado aos modernistas, Cícero Dias (1907-2003) radicou-se em Paris a partir de 1937, fugindo à perseguição política do Estado Novo. Apesar da distância do país natal, nunca perdeu de vista as cores e os sons de sua infância, na casa de Jundiá (Alagoas), mesclando essas raízes com a convivência com nomes de ponta das vanguardas europeias, como Pablo Picasso, Fernand Léger e Juan Miró. Dessa troca de influências, nasceu um pintor de repercussão internacional, que transformou toda a sua vivência, inclusive a sua reclusão durante a Segunda Guerra  Mundial, na base de uma arte que atravessa fronteiras.


 

Langidila, diário de um exílio sem regresso

(SEXTA-FEIRA), 03 de março, 22h30, Sala 3

Angola, 2015, 80 minutos, Documentário – Filme inédito

Realizador: José Rodrigues e Nguxi dos Santos

Sinopse: Este documentário histórico é um retrato dos momentos vividos pela nacionalista e guerreira Deolinda Rodrigues, produzido com base no seu diário. É o registo de uma epopeia gloriosa de nacionalista, realçando o seu alto sentimento patriótico e defesa incondicional aos ideiais de liberdade e autodeterminação. Tendo-se tornando o expoente máximo da participação da mulher angolana na luta armada pela conquista da independência Nacional.


 

Mulheres que cuidam de mulheres

(SEGUNDA-FEIRA), 06 de março, 17h30, Sala 2

Brasil, 2013, 52 minutos – Filme inédito (também na Mostra Mulheres no Cinema Ibero-americano)

Realizador: Otavio Chamorro e Fábio Brasil

Sinopse: Documentário que retrata a realidade de assistentes sociais, polícias, psicólogas, advogadas e outras ativistas que lutam para proteger mulheres vítimas de violência doméstica e para construir uma sociedade mais igualitária. Muito além da rotina de trabalho, o filme desvenda a vida dessas militantes dos direitos da mulher. Ao lado delas, vamos conhecer histórias emocionantes de um Brasil em constante mudança, mas que ainda precisa do cuidado especial dessas verdadeiras guerreiras.


 

Mulheres Africanas – A rede invisível

(SEGUNDA-FEIRA), 06 de março, 19h, Sala 3

Brasil, 2012, 80 minutos

Realizador: Carlos Nascimbeni

Trailer

Sinopse: Histórias, opiniões, questionamentos, lutas e conquistas de cinco mulheres africanas são o tema deste documentário.Com depoimentos de líderes como Graça Machel, Leymah Gbowee, Sara Masasi, Nadine Gordimer e Luisa Diogo, o documentário também destaca as mulheres comuns, igualmente corajosas e vitoriosas em suas lutas no dia-a-dia.