Filmes

COMPETIÇÃO DE FICÇÃO

Já Nada Sei

Portugal, 2022, 93 min., Ficção – Drama, M12 

Dia 10 dezembro, sábado | 19h15 | Cinema São Jorge | Sala 3 | Antestreia Portugal | Leg. EN | Sessão com presença do elenco

Bilhetes em https://ticketline.sapo.pt/evento/13-festin-ja-nada-sei-69483

Realização e Argumento: Luís Diogo | Produção: Filmógrafo, Cineclube de Avanca | Com: Duarte Miguel, Ana Aleixo Lopes, Susie Filipe, Eric da Silva, Carolina Pavão, Rui Oliveira.

Sinopse: Ricardo e Ana são um casal de trinta e qualquer coisa, escolhido para ser o tema de um documentário sobre relações. Durante 15 dias a equipa documental irá gravá-los, bem como aos seus amigos, família e colegas, fazendo uma recapitulação dos seus 18 anos juntos. O que ninguém sabe é que Ricardo quer deixar Ana, mas não teve a coragem de o fazer. O documentário obriga-o a enfrentar esta realidade e, na sua procura de respostas, envolve três amigos muito próximos que partilham opiniões diferentes sobre a sua relação e sobre o que deve fazer. Com cada conversa, ele fica ainda mais confuso.

Biografia do Realizador: Luís Diogo nasceu na Guiné Bissau quando esta ainda era território português. Com dois anos, mudou-se para Portugal. Licenciou-se como professor e ensina artes desde 1994. Nesse mesmo ano, foi estudar cinema no Porto. Escreveu os guiões originais das longas-metragens portuguesas “A Bomba”, o segundo filme português mais visto em 2002, e “ICE”, lançada em 2016. Escreveu e realizou as longas-metragens “Pecado Fatal” (2014) e “Uma Vida Sublime” (2018), que se tornou o filme português mais premiado de sempre, com 34 prémios em 64 festivais de cinema.

Participação em Festivais: Latino & Iberian Film Festival 2022, EUA; Alexandria Film Festival 2022, EUA; Ekurhuleni International Film Festival-EIFF 2022, África do Sul; Oaxaca Film Festival 2022, México, entre outros.

Trailer: https://vimeo.com/690569334 

Ludvania

Angola, 2022, 95 min., Ficção – Drama, M12 

Dia 12 dezembro, segunda-feira | 21h | Museu das Comunicações | Auditório | Antestreia Portugal | Leg. EN 

Realização e Argumento: João Afonso Pedro | Produção: Boacara Audiovisual | Com: Zineide Barbante, Telma Bengue, Mac Gonell, Abel Mário Lopes, Pedro De Oliveira, Valter Cristóvão, José Mob.

Sinopse: Ludvania, uma adolescente ingénua filha de um ex-militar, faz amizade nas redes sociais com Kimberly, namorada de um traficante que a convida para sua festa de aniversário. A adolescente desaparece no meio da festa sequestrada por Mário, namorado de Kimberly. O pai, preocupado, segue os rastros da filha, descobrindo as últimas conversas que Ludvania teve nas redes sociais.

Biografia do Realizador: João Afonso Pedro nasceu em Angola em 1979. Depois de trabalhar vários anos como técnico de iluminação no cinema, formou-se em Realização Audiovisual. Trabalhou como assistente de diretores de fotografias e realizou sua primeira longa-metragem, “O Preço”, que esteve entre os dez finalistas do primeiro Festival Angolano de Cinema, Angola Move. Actualmente está a trabalhar em projetos pessoais de curtas e longas-metragens.

Trailer: https://youtu.be/NQGsL7mTQhw 

O Segundo Homem

Brasil, 2022, 111 min., Ficção – Drama, M12 

Dia 11 dezembro, domingo | 15h | Cinema São Jorge | Sala 3 | Antestreia Europa | Leg. EN 

Bilhetes em https://ticketline.sapo.pt/evento/13-festin-o-segundo-homem-69484

Realização: Thiago Luciano | Argumento: Thiago Luciano, Herbert Bianchi | Produção: Luc Filmes, Zero Grau Filmes | Com: Anderson Di Rizzi, Lucy Ramos, Pedro Carvalho, Wolf Maya, Cleo Pires, Negra Lee, Carol Godoy, Duda Rodrigues, Beto Schultz.

Sinopse: Em um Brasil onde a posse de armas é liberada e a ação das milícias cresce exponencialmente, elevando a violência a níveis sem precedentes, Miro decide se alistar nas forças militares para receber treinamento e proteger sua esposa, Solange, e sua filha de sete anos. O que ele não esperava é que essa transformação acabasse levando a guerra para dentro de casa, atingindo as pessoas que ele mais ama. 

Biografia do Realizador: Realizador e argumentista. Por suas curtas e longas-metragens recebeu os prémios de Melhor Filme no Beverly Hills Film Festival, Melhor Direção no Festival Iberoamericano de Sergipe, Melhor Filme no Festival Internacional de Curtas de São Paulo KINOFORUM e no Toronto Independent Film Festival, dentre outros. A primeira série original brasileira da HBO MAX, “Os Ausentes”, indicada ao prémio APCA 2021 de Melhor Série, foi criada por Thiago, que também assina como guionista chefe. 

Participação em Festivais: LALIFF 22 – Los Angeles Latino Film Festival, EUA; 46a Mostra de Cinema de São Paulo 2021, Brasil. 

Trailer: https://vimeo.com/599651415/5e6d117df2 

Sol

Brasil, 2021, 100 min., Ficção – Drama, M12 

Dia 11 dezembro, domingo | 19h30 | Cinema São Jorge | Sala 3 | Antestreia Europa | Leg. EN

Bilhetes em https://ticketline.sapo.pt/evento/13-festin-sol-69486

Realização e Argumento: Lô Politi | Produção: Muiraquitã Filmes | Com: Rômulo Braga, Everaldo Pontes, Malu Landim.

Sinopse: Um pai recém-separado, que não consegue se reconectar com a filha de 10 anos, é obrigado a viajar com ela para o interior do país em busca do próprio pai que o abandonou quando criança e agora quer morrer. O convívio forçado com o pai que ele odeia e a imediata conexão de sua filha com o avô testa todos os seus limites, mas lhe dá a chance de se reaproximar da filha.

Biografia da Realizadora: Lô Politi é realizadora e argumentista. Seu primeiro filme, “Jonas”, onde assina direção e guião, recebeu o Prémio Especial do Júri no Festival Internacional do Rio, participou de mais de 10 festivais internacionais e está actualmente disponível no catálogo da Netflix em 190 países. Também realizou, em parceria com Anna Muylaert, a longa-metragem documental “Alvorada” (2021), sobre o processo de impedimento da presidente Dilma Roussef. “Sol” é seu  segundo filme de ficção. “Meu Nome é Gal”, seu próximo filme de ficção, codirigido com Dandara Ferreira, está em finalização e será lançado em 2023.

Prémios: Melhor Ator para Rômulo Braga no Festival do Rio 2021, Brasil; no BRICS Festival 2022, Brasil; e no Inffinito Film Festival 2022, EUA.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=Z4umSVEEL28 

Ursa

Brasil, 2021, 70 min., Ficção – Drama, M12 

Dia 12 dezembro, segunda-feira | 19h | Museu das Comunicações | Sala Auditório | Antestreia Portugal | Leg. EN 

Realização e Argumento: William de Oliveira | Produção: Imagística Filmes | Com: Adriana Sottomaior, Diego Perin, Cinara Vitor, José Castro, Mila Girassol, Paulo Matos, Patrícia Cipriano, Cassia Damasceno, Luiz Bertazzo, Pedro Gabriel da Rocha, João Vitor da Silva.

Sinopse: Após uma cachorra atacar os filhos de Viviane, uma série de violências, acusações e julgamentos tomam conta de sua vida.

Biografia do Realizador: William de Oliveira é natural de Curitiba e formado em Produção Audiovisual pelo Instituto Federal do Paraná – IFPR. Sua curta-metragem “Aquele Casal” (2019) foi selecionada para importantes festivais nacionais e internacionais, como a 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes e o 41º Festival de Havana. É também co-argumentista da curta “Pausa Para o Café” (2020), vencedora do Candango de Melhor Guião no Festival de Brasília e selecionada para diversos festivais. “Ursa” (2021) é sua primeira longa-metragem.

Prémios: Melhor Guião e Menção Honrosa de interpretação para Adriana Sottomaior no 29º Festival de Cinema de Vitória 2022, Brasil; Melhor Filme, Direção, Guião, Atriz e Desenho de Som no 9º Festival de Cinema de Caruaru 2022, Brasil.

Vermelho Monet

Brasil, 2022, 145 min., Ficção – Drama, M18 

Dia 11 dezembro, domingo | 21h | Cinema São Jorge | Sala Manoel de Oliveira | Antestreia Internacional | Leg. EN | Sessão com presença do realizador e elenco

Bilhetes em https://ticketline.sapo.pt/evento/13-festin-vermelho-monet-69490

Realização: Halder Gomes | Argumento: Halder Gomes, Michelline Helena | Produção: Glaz Entretenimento | Com: Maria Fernanda Cândido, Chico Diaz, Samantha Müller.

Sinopse: Johannes é um pintor que se tornou obsoleto. Com a visão deteriorada e à beira de um colapso, encontra em Florence – uma famosa atriz em crise – a inspiração para realizar sua obra prima. Antoinette, uma influente marchand de arte, promove a junção entre eles, e a história de inspiração vira obsessão.

Biografia do Realizador: Halder Gomes é realizador, produtor e argumentista cearense, mais conhecido por suas comédias que foram sucesso nos cinemas, como Cine Holliúdy (2013) – que ganhou uma série exibida pela Globo em 2019 – “O Shaolin do Sertão” (2016) , “Os Parças” (2017) e “Bem-vinda a Quixeramobim” (2022).


COMPETIÇÃO DE DOCUMENTÁRIOS

Através dos Seus Olhos

Brasil, 2021, 96 min., Documentário, M6 

Dia 10 dezembro, sábado | Sessão de Abertura | 21h | Cinema São Jorge | Sala Manoel de Oliveira | Antestreia Portugal | Leg. EN | Sessão com presença da realizadora

Bilhetes em https://ticketline.sapo.pt/evento/13-festin-atraves-dos-seus-olhos-69489

Dia 12 dezembro, segunda-feira | Sessão para estudantes | 15h | Auditório Camões | Sessão com presença da realizadora

Realização e Argumento: Sonia Guggisberg | Produção: Oka Comunicações | Com: Ruth Rodrigues, Momen Hussan, Zeferino Rodrigues, Izabel da Silva, Alessandra Rodrigues, Antônio João de Oliveira, Fernanda Rodrigues Andrade.

Sinopse: O filme regista um sonho de amor vivido à distância entre uma brasileira moradora da Ceilândia (DF), filha de um pastor evangélico, e um iraquiano de origem curda islâmica que mora em um campo de refugiados na Grécia. Conectados via telefone 24 horas por dia, trata-se de uma história de sensibilidades entre a esperança de uma vida melhor e o pesadelo de um futuro com bases desconhecidas.

Biografia da Realizadora: Atua como artista, videomaker e pesquisadora participando de mostras coletivas e individuais, palestras e workshops nacionais e internacionais desde a década de 1990. Pós-doutoranda em Artes Visuais pela ECA-USP, Doutora em Comunicação e Semiótica pela PUCSP, Mestre em Artes pela Unicamp. Com o foco em questões do documentário artístico, seus trabalhos em fotografia, site specific, instalação em vídeo e som participaram de 18 exposições individuais no Brasil e foram exibidos em Nova York, Alemanha, México, Colômbia, Chile, Espanha e França. Sua longa mais recente, “Através dos Seus Olhos”, teve seleção oficial em Cannes International Cinema Festival 2022 e em outros festivais.

Prémios: Melhor Realizadora no San Diego Art Film Fest 2022, EUA; Melhor Filme Independente no International Manhattan Film Awards 2022, EUA; Melhor Documentário no London Movie Awards 2022, Reino Unido; Menção Honrosa de Documentário no Milan Gold Awards 2022, Itália; Melhor Documentário no 10th International Documentary Festival of Ierapetra Awards 2022, Grécia.

Trailer: https://vimeo.com/510297712 

Belchior – Apenas um Coração Selvagem

Brasil, 2022, 90 min., Documentário, M6 

Dia 11 dezembro, domingo | 17h30 | Cinema São Jorge | Sala 3 | Antestreia Portugal | Sem leg. | Sessão com presença da realizadora

Bilhetes em https://ticketline.sapo.pt/evento/13-festin-belchior-apenas-um-coracao-69485

Realização: Natália Dias, Camilo Cavalcanti | Argumento: Natália Dias, Camilo Cavalcanti e Paulo Henrique Fontenelle | Produção: Clariô Filmes | Com: Belchior, Silvero Pereira.

Sinopse: Antonio Carlos Belchior Fontenelle Fernandes, ou simplesmente Belchior, em um autorretrato que mergulha no coração selvagem do poeta, cantor e compositor cearense que com sua obra e suas ideias cortantes marcou e ainda marca a vida de tanta gente.

Biografia dos Realizadores: Natália Dias é produtora, realizadora e argumentista. Foi produtora nos canais de TV GNT e Viva. No Globoplay assina como especialista de conteúdo séries como “Rensga Hits!” e “Turma da Mônica”. “Belchior – Apenas um Coração Selvagem” é sua estreia na realização. Camilo Cavalcanti é produtor, documentarista e fundador da Clariô Filmes. Assina a produção e a produção executiva de diversas séries e longas, entre estes “A Vida Invisível”, de Karim Aïnouz, vencedor da mostra Un Certain Regard do Festival de Cannes 2019.

Participação em Festivais: Festival É Tudo Verdade 2021, InEdit Brasil 2022, Cine Ouro Preto 2022, Cine BH 2022, Festival do Rio 2022.

Trailer: https://vimeo.com/693235907 

No Canto Rosa

Portugal, 2022, 80 min., Documentário, M6 

Dia 12 dezembro, segunda-feira | 17h | Auditório Camões | Antestreia Portugal | Leg. EN | Sessão com presença da realizadora e elenco

Realização: Cláudia Rita Oliveira | Argumento: Cláudia Rita Oliveira, Vasco Monteiro | Produção: Madame Filmes | Com: Francisca (nome fictício), Raul Atalaia (Voz), Advogada Dra. Inês Rogeiro (Voz).

Sinopse: Francisca (nome fictício) aguarda pelo julgamento do seu ex-companheiro, acusado de um crime de violência doméstica contra si. Cláudia, filha de Francisca, testemunhou e documentou as consequências das agressões psicológicas infligidas a Francisca, após o término da relação de ambos. Francisca tenta regenerar-se e reencontrar a sua identidade como mulher. Este processo levou-as a questionarem-se sobre o papel da mulher numa sociedade patriarcal, muitas vezes colocadas “no canto rosa”.

Biografia da Realizadora: É montadora e realizadora. Realizou “Cruzeiro Seixas – As cartas do rei Artur” – Prémio do Público no DocLisboa 2016. Do seu trabalho em montagem destacam-se os filmes “Cesária Évora”, de Ana Sofia Fonseca, Prémio do Público no IndieLisboa 2022, “A Fábrica de Nada”, de Pedro Pinho, Prémio da crítica FIPRESCI em Cannes, dentre outros, “José e Pilar”, de Miguel Mendes, com uma nomeação para melhor montagem pela Academia Brasileira de Cinema, 2011, e “A caça ao coelho com pau” (2007), de Pedro Costa.

Participação em Festivais: Festival Internacional de Cine por Los Derechos Humanos 2022, Colômbia.

Trailer: https://vimeo.com/claudiarita/trailercanto 

Os Ossos da Saudade

Brasil, 2021, 107 min., Documentário, M6 

Dia 13 dezembro, terça-feira | 18h30 | Museu das Comunicações | Sala Auditório | Antestreia Portugal | Leg. EN 

Realização: Marcos Pimentel | Argumento: Marcos Pimentel, Ivan Morales Jr. | Produção: Tempero Filmes, Anavilhana | Com: Abdel Rassull Brandão Iandjai, Adelmisa Brandão Bailo, Huíla Samara, Joana Carneiro Vasconcelos, Rodrigo Almeida, Rosânia da Silva, Zé Melo.

Sinopse: Um filme sobre a ausência, narrado a partir das vivências de pessoas que experimentam sentimentos de falta e distância, espalhados por Brasil, Portugal, Angola, Moçambique e Cabo Verde. O corpo, a paisagem, a memória e o tempo. Uma viagem pelos territórios da memória, da representação e do pertencimento.

Biografia do Realizador: Documentarista formado pela Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antonio de los Baños (EICTV – Cuba) e especializado em Cinema Documentário pela Filmakademie Baden-Württemberg, na Alemanha. Realizador e roteirista de documentários que ganharam 94 prémios por festivais nacionais e internacionais e foram exibidos em mais de 700 festivais pelo mundo. Desde 2009, é professor do departamento de documentários do curso regular da Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antonio de los Baños (EICTV – Cuba). “Os Ossos da Saudade” é seu 4º filme de longa-metragem.

Prémios: Melhor Fotografia no Cine PE 2021, Brasil; Melhor Longa Documentário no 6º Indian World Film Festival 2022, Índia.

Trailer: https://vimeo.com/508083479 

O Voo da Borboleta Amarela – Rubem Braga, o Cronista do Brasil

Brasil, 2022, 78 min., Docuficção, M6 

Dia 13 dezembro, terça-feira | 16h30 | Museu das Comunicações | Sala Auditório | Antestreia Portugal | Leg. EN

Realização e Argumento: Jorge Oliveira | Produção: JCV | Com: Lauro Moreira, Roberto de Martin, David Landeiro Netto, Similião Aurélio, Allan Fróes, Júlia Oristano, Isabel Monteiro Cruz, Iléa Ferraz, Daniel Braga.

Sinopse: Documentário com cenas de dramaturgia sobre o escritor Rubem Braga, o maior cronista do Brasil. Através das crônicas do escritor regista-se sua rica trajetória de vida, em cronologia inversa, da morte no Rio de Janeiro em 1991 até a publicação da 1ª crônica aos 13 anos. Três atores representam Rubem da velhice à juventude revendo, pela janela da fazenda de sua infância no Espírito Santo, sua vida boêmia com intelectuais, sua carreira jornalística nos principais jornais do país e o início como correspondente de guerra. Uma animação ilustra uma crônica infantil do autor. Música de Dorival Caymmi gravada em ritmo de fado relembra a origem portuguesa do escritor.

Biografia do Realizador: Jorge Oliveira é jornalista, escritor e cineasta. Nasceu em Alagoas, trabalhou nos principais jornais do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, ganhador de dois prémios Esso de Jornalismo. Publicou até agora oito livros. Iniciou sua atuação no audiovisual com “O Poeta e o Capitão”, premiado em vários festivais, sobre a participação do poeta chileno Pablo Neruda nas comemorações da libertação do líder comunista brasileiro Luiz Carlos Prestes da prisão. Seguiu realizando vários outros documentários, entre estes as longas “Perdão Mister Fiel” e “Olhar de Nise”, também premiados no Brasil e em festivais internacionais.

Trailer: https://drive.google.com/file/d/1ntnwofk28mwTrilHYLC2KKMNYk19XS8V/view?usp=sharing 


COMPETIÇÃO DE CURTAS-METRAGENS

SESSÃO COMPETITIVA 1

Dia 10 dezembro, sábado | 16h30 | Cinema São Jorge | Sala 3 | Sessão com presença de realizadores e elencos | 100 min.

Bilhetes em https://ticketline.sapo.pt/evento/13-festin-competicao-curtas-69482

Boca Cava Terra

Portugal, 2022, 17 min., Ficção – Drama, M6 | Antestreia Lisboa | Leg. EN

Realização e Argumento: Luis Campos | Produção: Matiné, BRO Cinema, Um Segundo Filmes | Com: Alice Patrocínio, Ana Cristina de Oliveira, Pedro Hossi, Sónia Balacó, Tânia da Silva, Luís Campião.

Sinopse:  Uma criança de 10 anos é deixada com um senhor que nunca reconheceu a paternidade.

Biografia do Realizador: Luis Campos é um cineasta premiado, alumni do EAVE Producers Workshop, Berlinale Talents, Rotterdam Lab, ZFF Academy e Locarno Match Me. Fundador do GUIÕES – Festival do Roteiro de Língua Portuguesa, PLOT – Professional Script Lab e DRAMA.pt, adquiriu experiência em conceituadas produtoras como a RT Features (Brasil) e a Savage Film (Bélgica). Recentemente concluiu um doutoramento em Media_Artes e coordenou o desenvolvimento de projetos de Cinema & Tv na BRO Cinema.

Participação em Festivais: Festival Internacional de Cinema de Avanca 2022, Portugal; Cinemagic Belfast 2022, Irlanda do Norte; Curt’Arruda 2022, Portugal.

Trailer: https://vimeo.com/728653218 

Cereais

São Tomé e Príncipe, 2022, 11 min., Ficção – Drama, M6 | Antestreia Portugal | Leg. EN 

Realização: Filipe Anjos, Henrique Sungo | Argumento: Filipe Anjos | Produção: Santano Productions | Com: William Moreno, Andreia Chipa, Mauro Gastão.

Sinopse:  “Cereais” conta a história de como um relacionamento desequilibrado entre dois pais afeta seu filho Abílio. Que comportamento podemos esperar de uma criança quando ela é apenas isso… uma criança?

Biografia do Realizador: Filipe Anjos, nascido em Lisboa com origens de São Tomé e Príncipe. Quando criança/adolescente viveu entre Portugal e Espanha sempre com um pé no futebol e outro nas artes performativas. Emigra para o Reino Unido como jogador de futebol, onde passados 4 anos termina a carreira e foca-se em desenvolver outros projetos: seu negócio social Afric-us e a Santano Productions.

Prémios: Melhor Curta de Ficção no Rameshwaram International Film Festival 2022, ìndia.

Trailer: https://youtu.be/WLU3MAtaZB0 

Eddy

Portugal, 2022, 14 min., Ficção – Drama, M6 | Antestreia Lisboa | Leg. EN 

Realização e Produção: João Brás | Argumento: André Marques, João Brás | Com: Eddie Henriques, Diogo Tavares, Dans La Lumière, Cláudia Cortinhas, Gabriel Pacheco, Ulisses Martins, João Alves, Emília Castanheiro, Alexandra Marques.

Sinopse: Eddy é um jovem rapaz que sonha com o seu futuro, mas a realidade confronta-o com obstáculos duros no seu dia-a-dia. Este é um dia na vida de Eddy.

Biografia do Realizador: João Brás é realizador e argumentista independente. De momento, está a tirar mestrado em Cinema na Universidade Lusófona de Lisboa. Ao longo de 2022, João Brás teve os seus filmes “Veranico”, “Cacos” e “A Magnífica Zoey” selecionados e premiados em vários festivais. Venceu o Prémio Jovem Criador 2022 na categoria Audiovisual. Venceu 8 prémios com o filme “A Fuga”, projeto feito em 48 horas, filme que vai representar Lisboa no Filmapalooza 2023 em Los Angeles. O realizador agora está a trabalhar, na sua primeira longa-metragem intitulada “Mère”.

Prémios: Melhor Filme de Ficção no Festival MachiCurtas 2022, Portugal.

Trailer: https://we.tl/t-OzqcuQvbcW 

Elo

Angola, 2022, 25 min., Ficção – Drama, M12 | Antestreia Portugal | Leg. EN 

Realização: Edgar Claudio | Argumento: Edgar Claudio, Denis Miala | Produção:  EC Filmes, Mancha Negra Ent. | Com: Primo, Carlos Alves, Leticia Almeida, Valercya Nzolani, Nelma Valdez.

Sinopse:  Maria é uma mulher devota à Deus que cria uma filha adolescente tentando educá-la com princípios cristãos, pois teme que a filha se torne no que ela foi no passado. Maria guarda um grande segredo que fez de tudo para fechar a sete chaves durante mais de 15 anos.

Biografia do Realizador: Edgar Claudio é um autodidata que aprendeu a usar a câmera filmando festas familiares, antes de começar a fazer clipes para artistas nacionais. Dez anos depois, ele decidiu embarcar na ficção.

Prémios: Melhor Filme, Realizador e Protagonista no Viana Cinefest 2022, Angola.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=ZYu5kPZgvec 

Nada nas Mãos

Portugal, 2021, 15 min., Ficção – Comédia, M6 | Antestreia Lisboa | Leg. EN 

Realização e Argumento: Paolo Marinou-Blanco | Produção: Darya Films, Kinora Filmes | Com: Dinarte Branco; António Durães; José Manuel Mendes; Rita Revez.

Sinopse:  Caetano não dorme há anos. Mais precisamente, desde que a mulher caiu de uma falésia ao tirar uma selfie. Caetano entrou em depressão terminal, e acabou a trabalhar na agência funerária do pai. A sua única companhia são os mortos de quem cuida, e com quem conversa frequentemente.

Biografia do Realizador: Paolo Marinou-Blanco é um argumentista, realizador e produtor português e grego, licenciado em Filosofia e História na London School of Economics, mestrado em Literatura Francesa na University College London e mestrado em Cinema e TV pela Tisch/New York University. Depois de um estágio com Spike Lee, realizou sua primeira longa-metragem, “Goodnight Irene”, estreada no Tallinn Blacks Nights IFF e em mais de 30 festivais internacionais. Tem também trabalhado como argumentista nos EUA e Brasil.

Prémios: Prémio Júri Jovem no Festival Ibérico de Cine de Badajoz 2022, Espanha.

Trailer: https://vimeo.com/585763757 

Tchau Tchau

Portugal / França, 2021, 17 min., Ficção – Drama, M6 | Antestreia Lisboa | Leg. PT

Realização e Argumento: Cristèle Alves Meira | Produção: François-Pierre Clavel, Kidam | Com: Lua Michel, David Meira, Cristele Alves Meira, Sancho Elmano, Saul Michel.

Sinopse: Numa altura em que é proibido reunir-se para enterrar os nossos mortos, uma menina separada por um oceano do seu avô inventa uma forma de dizer adeus.

Biografia da Realizadora: Como atriz formada, Cristèle Alves Meira começou a sua carreira como diretora teatral. Depois dos seus dois primeiros documentários rodados em Cabo Verde e Angola, realizou dois pequenos filmes de ficção filmados na aldeia da sua mãe em Trás-os-Montes, “Sol Branco”, que ganhou prémios em numerosos festivais e “Campo de Víboras”, apresentados na Semaine de la Critique, assim como a sua última curta-metragem, “Invisível Herói”. Sua primeira longa, “Alma Viva”, é a candidata portuguesa aos Óscares 2023.

Prémios: Prémio France Televisions de Melhor Autor no FIFIB – Festival International du Film Indépendant de Bordeaux 2022, França.

SESSÃO COMPETITIVA 2

Dia 14 dezembro, quarta-feira | 16h | Museu das Comunicações | Sala Auditório | Sessão com presença de realizadores e elencos | 55 min.

Dessa Água Não Beberei

Portugal, 2021, 14 min., Ficção – Drama, M12 | Antestreia Lisboa | Leg. EN 

Realização: Pedro Caldeira, Paulo Graça | Argumento: Paulo Graça | Produção: Tripé | Com: Diogo Fernandes de Andrade, Miguel Sá Nogueira, Carla Magalhães.

Sinopse: Uma visão autobiográfica sobre um drama familiar que mostra como relações interpessoais podem ficar permanentemente arruinadas por uma autoritária figura paternal.

Biografia dos Realizadores: Pedro Caldeira e Paulo Graça são naturais de Tomar, e se bem que tenham tido percursos profissionais diferentes, uniram-se pela paixão por música e cinema. Iniciaram assim a fazer produções de autor no tempo que tinham livre, e em pouco tempo reuniram algumas distinções. São os casos das vitórias nos 48hfp de Castelo Branco em 2015 e 2017, a seleção para o MotelX em 2020, e dois prémios no Leiria Film Fest 2021, o que lhes deu alento a explorar cada vez mais esta aventura no audiovisual.

Prémios: Prémio do Público e Melhor Filme Leiriense no Leiria Film Fest 2021, Portugal.

Trailer: https://vimeo.com/442511050 

Sobre Elas

Brasil, 2022, 14 min., Documentário, M6 | Antestreia Portugal | Leg. EN 

Realização: Bruna Arcangelo | Argumento: Bruna Arcangelo, Mariana Queiroz | Produção: Vídeo com Alma 

Sinopse: Uma imersão em diferentes alianças femininas, retratando movimentos de apoio mútuo nos quais diferentes mulheres participam e assim fortalecem os elos e a rede de amparo, mostrando que a libertação feminina não é individual, e sim coletiva.

Biografia da Realizadora: Em 2017 estreou a longa documentário “Nômades do Mar” para o Canal Off (Globosat), e desde então escreveu, realizou e fotografou duas longas documentais, cinco séries de TV (“Vozes do Vento”, “Morando na Estrada”, “Alma viajante”, “Elas dançam com o Mar”, “Surfin sem Fim”) para o Canal Off, e diversos projetos de conteúdo para marcas internacionais como Nike, Corona, Skol, FARM e contribuir com canais como VICE, Quebrando o Tabu e Mídia Ninja.

Prémios:  Prémio de Júri do 25th Sportfilm Liberec 2022, República Tcheca.

Um Sopro no Quintal

Angola, 2021, 26 min., Documentário, M6 | Antestreia Portugal | Leg. EN 

Realização e Argumento: Gretel Marin | Produção: Mosaiko, Instituto para a Cidadania| Com: Beatriz André, Estrudes Joaquim, Jossefina Cassango, Remédio Tchambadala, Ana Qyuintas, Rodé Quintas.

Sinopse: A curta-metragem conta três histórias sobre a transformação subtil que acontece na vida das pessoas quando conhecem os seus mais humanos direitos. Cada uma das histórias reflecte sobre questões de género no contexto angolano e são representadas pelas mesmas pessoas que viveram essa experiência.

Biografia da Realizadora: Nasceu em Havana, Cuba, e licenciou-se em Direcção, Cinema, Rádio e Televisão na Universidade de Artes de La Habana, que completou com um Mestrado em Criação Documental, na Universidade Paris VII Diderot, França. Actualmente trabalha entre Cuba e Angola. As questões de género, conflitos sociais, migrações e identidade são os temas que a fazem mover no universo do documentário. 

Prémios: Melhor Curta para os Direitos Humanos no Africa Film for Impact 2022, Nigéria; Menção Honrosa no Doc Luanda 2022, Angola. 


MOSTRA CINEMA BRASILEIRO

O Debate

Brasil, 2022, 76 min., Ficção – Drama, M12 

Dia 11 dezembro, domingo | 21h40 | Cinema São Jorge | Sala 3 | Antestreia Portugal | Leg. EN 

Bilhetes em https://ticketline.sapo.pt/evento/13-festin-o-debate-69488

Realização: Caio Blat | Argumento: Guel Arraes, Jorge Furtado | Produção: Giros, Sul Audiovisual | Com: Débora Bloch, Paulo Betti, Caio Blat, Elias Gabriel, Tainá Neves, Luisa Arraes.

Sinopse: Paula e Marcos acabaram de se separar depois de 20 anos juntos. Ele é editor-chefe de um telejornal e ela uma apresentadora de televisão. Apesar das opiniões divergentes, continuam amigos e parceiros de trabalho. Mas, ainda assim, o relacionamento de respeito entre eles não impede que tenham visões distintas sobre como devem conduzir a edição dos melhores momentos do debate que a TV vai exibir. E isso pode interferir na escolha de centenas de milhares de eleitores indecisos.

Biografia do Realizador: Caio Blat trabalhou no teatro com Bia Lessa, em “Grande Sertão: Veredas”, pelo qual recebeu os prémios Shell e APTR de Melhor Ator. No cinema, trabalhou em títulos como “O Bem Amado”, de Guel Arraes, “Carandiru”, de Hector Babenco, “Xingu” e “O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias”, de Cao Hamburger, “Batismo de Sangue”, de Helvécio Ratton, “Baixio das Bestas”, de Cláudio Assis, “As Melhores Coisas do Mundo”, de Laís Bodansky, “BR716”, de Domingos Oliveira, entre outros, tendo recebido prémios nacionais e internacionais. Na televisão trabalhou na TV Cultura, no SBT e atua pela TV Globo há mais de 20 anos. Participou também da série “Macmáfia” (BBC Londres), ganhadora do Emmy Internacional de melhor série de TV. “O Debate” é sua estreia como realizador de longa de ficção.

Participação em Festivais:  Los Angeles Brazilian Film Festival 2022, EUA.

Trailer: https://vimeo.com/755617245 

O Melhor Lugar do Mundo é Agora

Brasil, 2021, 72 min., Documentário, M12 

Dia 13 dezembro, terça-feira | 21h | Museu das Comunicações | Sala Auditório | Antestreia Portugal | Leg. EN 

Realização: Caco Ciocler | Argumento: Caco Ciocler, elenco | Produção: Maya Filmes,  Schfiguer Produções | Com: Cláudia Missura, Danilo Grangheia, Eduardo Estrela, Eliseu Paranhos, Esio Magalhães, Gergette Fadel, Lorena da Silva, Luciana Paes, Marcio Ballas, Márcio Vito, Nilcéia Vicente.

Sinopse: O documentário, produzido e distribuído, sem nenhum apoio financeiro, por Diane Maia e Caco Ciocler, trata da valorização da arte. É um híbrido artístico feito durante o isolamento causado pela pandemia, e a paralização das atividades culturais no país, que cria, através de depoimentos ficcionais colhidos via aplicativo de internet, um futuro distópico onde a arte não tem mais utilidade ou serventia.

Biografia do Realizador: Caco Ciocler é um ator e realizador brasileiro renomado. O primeiro filme que realizou venceu o prémio Melhor Documentário no LA Brazilian Film Festival. Seu segundo filme, “A Partida”, venceu o prémio de Melhor Filme no Malaga Film Festival e no Festival de Porto, além de outros prémios. 

Prémios: Prémio do Público de Melhor Documentário na 45ª Mostra de São Paulo São Paulo 2021, Brasil; Menção Honrosa pelo Júri no Santos Festival 2022, Brasil.

SESSÃO DE CURTAS

Dia 9 dezembro | Antestreia FESTin | 19h | Espaço Talante | 71 min.

A Primeira Perda da Minha Vida

Brasil, 2021, 23 min., Ficção – Drama, M6 | Antestreia Portugal | Sem Leg.

Realização: Inês Peixoto | Argumento: Eduardo Moreira | Produção: Grupo Galpão, Limonada Content House | Com: Bárbara Luz, Julio Maciel, Teuda Bara, Antônio Edson e Simone Ordones.

Sinopse: Ao se deparar com uma menina a chorar, Kafka descobre que ela perdeu sua boneca. Ele resolve consolá-la, inventando a história de que a boneca saiu para viajar e que ele seria o portador das cartas contando suas aventuras. 

Biografia da Realizadora: Atriz, realizadora, dramaturga, licenciada em Cinema e Audiovisual pelo Centro Universitário UNA. Integrante do Grupo Galpão, participou de trabalhos no teatro, cinema e televisão com diretores como Gabriel Villela, Cacá Carvalho, Paulo José, Luiz Fernando Carvalho, Ruy Guerra, Fábio Meira, Jurij Alchitz, Rogério Gomes, José Luiz Villamarin, Paulo de Moraes, entre outros. Já foi agraciada com 12 prémios por sua atuação em teatro e três prémios por sua atuação em cinema.

Participação em Festivais:  25ª Mostra de Cinema Tiradentes; 16ª Cine BH; Mostra SESC de Cinema.

Trailer: https://vimeo.com/limonadaaudiovisual/traileraprimeiraperdaingles 

Muros da Vida

Brasil, 2021, 15 min., Documentário, M12 | Antestreia Portugal | Leg. EN

Realização: Zoran Djordjevic | Argumento: Zoran Djordjevic, Diogo Gomes dos Santos | Produção: ZZ filmes, Dona Nina Filmes | Com: Marcos Santos, Antony Manoel Simão Rodrigues, Júlia Gabrielly de Souza, Ian Willian Rodrigues dos Santos, Eduarda Vitória Larença, dentre outros.

Sinopse: Um registro dos fragmentos da ação e obra do artista plástico Marcos Santos, que nasceu com paralisia cerebral e teve a fala parcialmente prejudicada. Sem os movimentos dos braços e mãos, ele pinta com o pé esquerdo e ensina as crianças de um bairro periférico e estigmatizado de São José dos Campos.

Biografia do Realizador: Zoran Djordjevic nasceu na antiga Iugoslávia, actualmente República Sérvia. É realizador de cinema, TV e teatro, argumentista, fotógrafo, produtor, editor de imagem e palestrante. Licenciado e pós-graduado na FAMU, República Tcheca. Desde 1995 vive e trabalha no Brasil. Fez mais de vinte documentários na Jugoslávia / Sérvia, República Checa, Brasil e Angola.

Prémios: The Foreign Film Prize no International Film Festival Cannes 2022, França; Prémio de Público no FICAM – Festival International de Cinéma Adapté de Montreal 2022, Canadá; Melhor Curta Documentário no Serbest International Film Festival Moldova 2022, Moldávia. 

Trailer: https://drive.google.com/file/d/1mv9s7MHvQ8i3yahobbHXAvzV9_6k6hJp/view?usp=sharing 

Nunca Estarei Lá

Brasil, 2022, 28 min., Ficção, M14 | Antestreia Portugal | Leg. EN

Realização: Rodrigo Campos | Argumento: Tomás Fleck, Rodrigo Campos | Produção: Itapeti Filmes | Com: Michelle Rodrigues, André Lu, Julianna Gerais, Nicole Puzzi, William Amaral.

Sinopse: Na solidão do centro da cidade de São Paulo, uma amizade virtual, desconexão e perda. 2018, ano eleitoral, marcado pela opressão e incertezas..

Biografia do Realizador: Há 12 anos dedica-se a projetos audiovisuais. Foi assistente de direção e montador do doc “Clausura” (2017), assistente de fotografia da curta “Tripofobia” (2018), finalista do Prêmio de Melhor Fotografia da Academia Brasileira de Cinema 2019, montador da curta “Nervo” (2019), produtor da série “Segredos do Pop Brasileiro” (2019), dentre outros.

Você me Toca

Brasil, 2022, 4 min., Ficção – Comédia, M12 | Antestreia Portugal | Leg. EN

Realização, Argumento e Produção: Rafael Castro Lopes | Com: Rodrigo Cardozo

Sinopse: Os tempos difíceis vividos por um ambulante no Rio de Janeiro, durante a pandemia do covid.

Biografia do Realizador: Licenciado em Arte e Comunicação em Portugal em 2001, realizador há mais de 20 anos, com centenas de trabalhos, dos quais diversos transmitidos em vários canais televisivos e festivais de cinema, obtendo diversas premiações.


MOSTRA FESTinha

Dias 12, 13 e 14 dezembro | 10h30 | Museu das Comunicações | Sala Átrio | 63 min. 

Amoreiras

Portugal, 2022, 14 min., Ficção, M3 | Antestreia Lisboa

Realização: Pedro Augusto Almeida | Argumento: Jorge Dias, Pedro Augusto Almeida | Produção: Bianca Ferreira | Com: Afonso Lopes, Alessandro Veiga, Dinis Fernandes.

Sinopse: 2004. Três rapazes jogam à bola num dia de verão.

Biografia do Realizador: Estudou Vídeo e Cinema Documental em Abrantes. Entre 2013 e 2016 foi projecionista no Teatro do Campo Alegre, no Porto. Em 2014 foi selecionado para a Academia 3.0 da RTP, onde fez a fotografia e a edição do programa de 8 episódios “#Hashtag”, com estreia na RTP2. Foi assistente de produção do filme “Peregrinação” (2017), de João Botelho, e secretário de produção do filme “Mar” (2018), de Margarida Gil. Até hoje realizou e produziu 9 curtas-metragens.

Participação em Festivais: 10th Mostra Internacional Cinema Educati, Espanha; 33rd Cinemagic Belfast Festival, Irlanda do Norte.

Trailer: https://vimeo.com/725001511 

Bola da Vez

Brasil, 2022, 17 min., Ficção, M3 | Antestreia Portugal  | Leg. PT

Realização e Argumento: Elder Patrick | Produção: Ilhapixel Produtora, Beline Filmes | Com: Catarina Alves Nunes, Bento Rodrigues David, Oscar Rodrigues David, Miguel Alves Nunes,

Sinopse: Entre encontros e desencontros, esquecimento e memória, um grupo de crianças nos guia pela infância, pelas raízes e por paisagens escondidas da cidade de Goiás.

Biografia do Realizador: Realizador estreante com a curta-metragem Bola da Vez, o brasileiro Elder Patrick é licenciado em Cinema pelo Instituto Federal de Goiás e atua principalmente como técnico de som direto e montador.

Prémios: Melhor Guião e Melhor Montagem no FICA – Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental 2022 – Mostra Becos da Minha Terra, Brasil.

Trailer: https://youtu.be/vd0FyxBiAvw 

Curta Diferenças

Brasil, 2021, 14 min., Animação, M3 | Antestreia Portugal | Sem Leg. 

Realização: Lisandro Santos | Argumento: Rodrigo Munari | Produção: Munari Produções | Com: Maitê Cunha, Alina Cunha, Guiza Ribeiro, Rodrigo Munari.

Sinopse: Já te sentistes diferente em algum momento da tua vida? Se a resposta foi sim, vais gostar da história desta malta! Eles nos ensinam que as diferenças nos completam.

Biografia do Realizador: Lisandro Santos começou a fazer animação em 1990. Em 2002, criou o estúdio Cartunaria. Entre seus filmes destacam-se as curtas “Cidade Fantasma”, uma das 100 melhores animações brasileiras segundo a Abraccine, e “X-Coração”, que tornou-se série exibida nos canais Nickelodeon, TV Brasil e Disney XD.

Participação em Festivais: 33º Curta Kinoforum – Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2022, Brasil; Dia Internacional da Animação 2022 – Mostra Infantil (DIA), Brasil; RibaCine – Festival de Cinema de Rio Bonito 2022, Brasil.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=HoTmoDOgOV4 

Yasmin

Brasil, 2022, 7 min., Documentário, M3 | Antestreia Portugal | Sem Leg. 

Realização: Ludmila Curi | Argumento: Ludmila Curi, Yasmin de Oliveira | Produção: Lumiá Filmes, Caliban Cinema, Apocalipso Produções | Com: Yasmin de Oliveira, Aryane da Conceição Silva, Marlon Soares.

Sinopse: A trabalhar e a brincar, Yasmin leva a vida no Centro do Rio de Janeiro. Esta curta foi realizada em oficina audiovisual em projeto social desenvolvido com população em situação de vulnerabilidade.

Biografia da Realizadora: Ludmila Curi realizou mais de uma dezena de curtas-metragens,dentre os quais destacam-se os premiados “Proibidão”, “Doutor Magarinos, advogado do morro”, “Intervalo”, “Rafaela”, “Alex” e “Yasmin”. Em 2014, participou do programa Berlinale Talents. Em 2023, lançará nos cinemas sua primeira longa-metragem documental, “Marias”.

Prémios: Melhor Atriz Mirim no Festival Entretodos 2022, Brasil.

Sobre Amizade e Bicicletas

Brasil, 2022, 12 min., Ficção, M3 | Antestreia Portugal | Leg. PT

Realização e Argumento: Julia Vidal | Produção: Basilico Filmes | Com: Bernardo Maestrelli, Natalia Flora de Souza Rosa, Rafaelle Camille da Rocha, Murilo Izidoro Schechtel, Gustavo Rodrigues Amaral, Eduardo de Oliveira Sprada, Jhovanna Sofia de Oliveira Sprada, Paula Butture.

Sinopse: Thiago nunca pensou em participar da corrida de bicicleta, devido à sua condição física. Tudo muda ao conhecer Cecília, uma corajosa menina com deficiência visual determinada a aprender a pedalar.

Biografia da Realizadora: Julia Vidal é guionista das séries “A Caverna de Petra” (Canal Futura) e “Manual de Sobrevivência da Literatura Brasileira” (Grafo Audiovisual). Realizou a curta infantil live action “Sobre Amizade e Bicicletas” e a curta de animação “Parecia Um Bom Plano”. Também realizou os filmes em super 8 “Véu” e “Casamento Aberto”. É licenciado em Cinema e Vídeo pela Faculdade de Artes do Paraná e Mestre em Linguagem e Tecnologia pela UTFPR.

Prémios: Menção Especial no Concurso de Cortometrajes Infantiles del Mercosur, da Reunión Especializada de Autoridades Cinematográficas 2022, Argentina.


ITINERÂNCIA FESTin PORTO – CICLO AMAZÓNIA

Eu Nativo

Brasil, 2022, 71 min., Documentário, M6 

Dia 13 dezembro, terça-feira | 18h | Casa Comum do Porto | Antestreia Portugal |  Leg. EN 

Realização e Argumento: Ulisses Rocha | Produção: U R P Filmes | Com: Caciques Kayapó, Potiguara, Fulni-ô, Tabajara e Pankararu.

Sinopse: O documentário mostra aspectos da vida indígena das tribos Kayapó, Potiguara, Tabajara, Fulni-ô e Pankararu, localizadas no norte e nordeste do Brasil. O filme traz imagens deslumbrantes das belezas naturais que cercam as aldeias onde vivem as etnias e depoimentos surpreendentes sobre como os indígenas sofrem com o preconceito racial e a discriminação por parte da sociedade não indígena. O filme apresenta uma reflexão sensível sobre indivíduos nativos, que raramente têm a oportunidade de falar sobre suas emoções e tristezas.

Biografia do Realizador: Ulisses Rocha é realizador brasileiro e ex-repórter, com passagem por diversos canais de televisão no Brasil. Em 2013 produziu e realizou o documentário “Mães Solteiras”, selecionado pelo Golden Tree International Documentary Festival, em Frankfurt, e em 2021, “Sertão”. “Eu Nativo” é o terceiro filme de sua carreira, mas já produziu e dirigiu diversos documentários para TV. 

Prémios: Melhor Documentário no Hobnobben Film Festival 2022, EUA, e no Andromeda Film Festival 2022, Turquia.

Trailer: https://youtu.be/NbkxnGHEBEk 

Mata

Brasil, 2020, 80 min., Documentário, M6 

Dia 14 dezembro, quarta-feira | 18h | Casa Comum do Porto | Antestreia Portugal | Sem Leg. 

Realização e Argumento: Ingrid Fadnes, Fabio Nascimento | Produção: Boituí Cinema | Com: Etevaldo Pereira, Rodrigo Mãdy, Walter de Paula Lima, Ivonete Gonçalves.

Sinopse: Diante do avanço das plantações de eucalipto, um agricultor e uma comunidade indígena se posicionam como resistência e revelam o impacto da monocultura no meio ambiente, em contraste aos modos de vida tradicionais. O inimigo também pode ser verde.

Biografia dos Realizadores: Ingrid Fadnes é jornalista e pesquisadora. Por mais de uma década trabalhou na América Central e no Brasil com questões sociais e políticas relacionadas aos movimentos indígenas e rurais. “Mata” foi sua primeira longa-metragem. Fábio Nascimiento é fotógrafo e documentarista que trabalhou para National Geographic, Greenpeace, Médicos Sem Fronteiras, The New York Times, produzindo histórias sobre pessoas, natureza e ciência. Estudou jornalismo e depois Teoria do Cinema na Sorbonne Nouvelle, com mestrado em documentário em Paris VIII, França.

Prémios: Melhor Longa-Metragem pelo Público na 10ª Mostra Ecofalante 2021, Brasil; Melhor Filme da Competição Internacional no Seoul International Eco Film Festival 2021, Coréia do Sul; Melhor Filme de Herança Latino-Americana no Chicago Indie International Film Festival, EUA; Melhor Filme no Ecozine Film Festival 2021, Espanha.

Trailer: https://vimeo.com/483680688 

Sou Moderno, Sou Índio

Brasil, 2021, 106 min., Documentário, M6 

Dia 12 dezembro, segunda-feira | 18h | Casa Comum do Porto | Antestreia Portugal | Leg. EN 

Realização: Carlos Eduardo Magalhães | Argumento: Renata Tupinambá, Inês Figueiró | Produção: Lente Viva Filmes | Com: Ailton Krenak, Sonia Guajajara, Joenia Wapichana, João Paulo Dsana, Kissibi Tukano, Carla Fer Tukano, Ovídio Tukano, entre outros.

Sinopse: A identidade indígena, sua autenticidade em discussão, os personagens que compõem a trama dramática são altamente ligados à tecnologia, participantes ativos das mais diversas formas do cotidiano urbano, ao mesmo tempo em que estão intimamente ligados a seus povos e sua cultura. O índio autêntico pode ser aquele novo que busca sua ancestralidade, ou os míticos que habitam as aldeias, que sabem preservar o meio ambiente, são sábios e poderosos em suas crenças. O foco está na riqueza cultural desses grupos e, sobretudo, em outra forma de atuação na sociedade. Nossos personagens são homens e mulheres ativos na sociedade contemporánea.

Biografia do Realizador: Em 2012 fez sua estreia no cinema com o filme musical “Palavra Cantada” em 3D. Em 2018, recebeu o prémio Rigoberta Menchú no 28º Festival Présence Autochtone Montreal, Canadá, com o filme “Ara Pyau – Primavera Guaraní”. Assessora projetos no Brasil e na América Latina com destaque para o BoliviaLab desde 2015. É sócio-fundador da Laranjeiras Produções. 

Prémios: Prémio Especial do Júri para a Categoria Jallalla no 16º Festival de Cinema Nativo Arica 2021, Chile; Melhor Filme no 10º Latino and Native American Film Festival 2022, EUA.

Trailer: https://youtu.be/3nwDduS2dpM