O sexto dia do FESTin é marcado pela chegada de mais dois bons exemplares da competição de longas-metragens: “Vazante” e “Uma Vida Sublime”.

Co-produção entre Brasil e Portugal, “Vazante” chega ao FESTin após um percurso meritório em diversos festivais de cinema. Realizado por Daniela Thomas, Vazante tem como pano de fundo uma fazenda de Minas Gerais, em pleno Século XIX. A fazenda é propriedade de Antonio (Adriano Carvalho), um indivíduo que no início do filme recebe a notícia que a mulher morreu em trabalho de parto. Sentindo-se sozinho e isolado em uma fazenda improdutiva, Antonio decide casar com Beatriz (Luana Nastas), a sua sobrinha, uma menina muito jovem, algo que frustra os seus planos de ter filhos. Sozinha na imensa propriedade, Beatriz encontra nos escravos a sua companhia. Capaz de estimular os debates mais intensos e apaixonados, “Vazante” é exibido no FESTin às 19h00 na Sala 3 do Cinema São Jorge. A sessão conta com a presença do actor Adriano Carvalho.

Outra das nossas propostas do dia é “Uma Vida Sublime”, a segunda longa-metragem realizada por Luís Diogo. Após ter conquistado alguns sectores da crítica e do público com “Pecado Fatal”, Luís Diogo coloca-nos diante de um drama com contornos de suspense. A história acompanha o Doutor Ivan, um indivíduo que encontrou duas curas radicais para a infelicidade: o diagnóstico de cancros terminais falsos e a eliminação temporária de alguns dos cinco sentidos.  A questão que se coloca é se as terapias resultarão, ou terão efeitos secundários imprevisíveis? Para saberem a resposta têm de ver o filme, que é exibido no FESTin às 21h00 na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge. A sessão conta com a presença do realizador, bem como de alguns elementos do elenco principal (Eric da Silva e Susie Filipe).

Partilhar é cuidar!