O latim é a origem e o traço comum de outras línguas que o festival traz a propósito da “Mostra Latim – A Língua em Movimento”, um item novíssimo da programação. A língua espalhada pelos antigos Romanos já não é falada, mas a sua herança cultural óbvia unifica uma vasta comunidade. Em tempos em que ideais de união colectiva ameaçam ruir em direcção às fragmentações nacionalistas, o FESTin reforça os sonhos aglutinadores baseados nos mais sólidos ideais humanistas. A Mostra conta com seis filmes, entre os quais, “O menor exército do Mundo”, realizado por Gianfranco Pannone e produzido pelo Centro Televisivo do Vaticano.

 

O menor exército do Mundo

Vaticano, 2015, 80min.  

Realizador: Gianfranco Pannone

Sinopse: A Guarda Suíça na época do Papa Francisco. René é um estudante de teologia de Argovia, que decidiu fazer parte do corpo Pontifício, nascido na época de Júlio II. Outros jovens recrutas chegam com ele no Vaticano. Entre estes Leo, um menino simples que na vida é um guarda florestal, feliz de fazer uma experiência na Cidade Eterna; e Michele, suíço-italiano de origem da Lucania René, por outro lado, é um intelectual que se debate sobre sua fé e o seu próprio papel. O que significa vestir uma roupa do século 16 até o presente? Fazer parte de um corpo militar colorido, mas anacrónico, especialmente em relação a uma figura “Revolucionária” como o do Papa que veio de longe? O jovem soldado tenta encontrar uma resposta  para si e para os companheiros de armas.


Os mundos sutis

Espanha, 70min., 2012, Documentário

Realizador: Eduardo Chapero-Jackson

Com: Amaia Pardo, Itsaso Álvarez, Irene Vázquez, Miguel Ballabriga, Joaquín Pérez, Carmen Fumero.

Sinopse: Sira, uma estudante de dança, tem de preparar uma prova de fim de curso sobre o poeta espanhol Antonio Machado. Para isso ele vai mergulhar na vida e na obra de Machado, protagonizando uma viagem  cinematográfica,  entre o documentário e a ficção.  Em Os mundos sutisconvivem a pesquisa  biográfica documentada e a busca da experiência vital da obra poética machadiana.


Kizomba sem Fronteira

Angola, Portugal, Espanha, Suiça e Holanda, 58 min., 2017, Documentário

Realizador: Batista João

Sinopse:  “Kizomba sem fronteira” é um documentário que retratará o percurso que o estilo de dança angolano tem alçando nos últimos anos na Europa e pelo mundo destacando Portugal, Espanha, e França que são hoje conhecidos como os três grandes países de referência no consumo e divulgação da dança na Europa.


Choque de Civilização por um elevador na Piazza  Vittorio

Itália, 110 min., 2010, Drama

Realizadora: Isotta Toso

Com: Kasia Smutniak, Daniele Liotti, Serra Ylmaz, Ahmed Hafiene, Marco Rosseti, Kesia Elwin, Isa Danieli, Milena Vukotic, Robertp Citran, Franesco Pannofino

Sinopse: Uma pequena comunidade culturalmente mista, que vive num prédio de apartamentos no centro de Roma cai em desordem quando um dos vizinhos é assassinado. A Piazza Vittorio tornou-se um microcosmo multicultural no coração da capital italiana, onde os locais se misturam com imigrantes e refugiados políticos. Em um condomínio antigo os inquilinos são um reflexo do mundo exterior: uma multidão étnica marcada por contrastantes e diferenças culturais, linguísticas e religiosas que, neste mundo fechado, abrem caminho para mal-entendidos e preconceito. Mas também para a solidariedade e até para as relações amorosas.


Curto-Circuito

Roménia, 109 min., 2017, Drama/Comédia

Realizador: Cătălin Saizescu.

Com: Oana Ştefănescu, Georgiana Saizescu,Valentin Popescu, Nicodim Ungureanu, Maia Morgenstern.

Sinopse: Melania, uma estudante de 15 anos, fica grávida de Emi, colega de escola. As mães dos menores dividem os dois amantes e decidem entregar a criança para adopção a uma família romena estabelecida no estrangeiro que não possui direito legal de adopcão de uma criança proveniente da Roménia. Por intermédio de um funcionário experiente, conseguem descobrir o quadro legal para a compra do bebé da família da menor.


Paris a branca

França, 2017, 86 min., Drama

Realizadora: Lidia Terki

Com: Tassadit Mandi, Zahir Bouzerar, Karole Rocher.

Sinopse: Sem notícias de seu marido, Rekia de setenta anos, deixa pela primeira vez a Argélia para trazer Nour de volta para a aldeia. Mas o homem que ela finalmente descobre se transformou em um estrangeiro.

Partilhar é cuidar!