Nesta edição, estarão em competição 10 longas-metragens, oriundas do Brasil e Portugal. O festival abre a 8 de abril com a estreia em Portugal de O Vendedor de Passados, do cineasta brasileiro Lula Buarque de Hollanda. (filmes em ordem alfabética)


CLM_a-despedida3-(2)A DESPEDIDA

13 Abril, 21h30, Sala Manoel de Oliveira

Brasil, 2014, 90 minutos
Realização: Marcelo Galvão
Com: Nelson Xavier, Juliana Paes.
Depois de vencer o Prémio do Público na edição de 2013 do Festin com “Colegas”, Marcelo Galvão retorna com um mergulho no universo da terceira idade. Baseado em factos reais, o filme narra a história de um homem de 92 anos que, após presenciar claros indícios de que a sua vida está a chegar ao fim, decide despedir-se de tudo que é mais importante na sua vida e viver uma última noite de amor com uma mulher 55 anos mais nova. Vencedor de quatro dos principais prémios do Festival de Gramado de 2014 (Realização, Ator, Atriz e Fotografia).


 CLM_A-porta-21-300dpi-(2)A PORTA 21

12 Abril, 18h30, Sala Manoel de Oliveira

Portugal, 2014, 92 minutos
Realização: João Marco
Com: Pedro Monteiro, Tânia Silva, Isadora Mateus, André Canário
Três anos depois da sua estreia como realizador com Além de Ti, exibido no Festin, o cineasta algarvio João Marco retorna com uma obra em preto-e-branco e com traços de filme noir. O filme narra a trajetória de um escritor cuja obra ainda inédita é roubada por um amigo. Entre vielas estreitas e outras sombras do mundo urbano, tenta pôr a história a limpo e reescrever a sua própria obra. Selecionado para o Fanstasporto 2015.


CLM_alemao-(1)ALEMÃO

11 Abril, 21h30, Sala Manoel de Oliveira

Brasil, 2014, 109 minutos
Realização: José Eduardo Belmonte
Com: António Fagundes, Cauã Reymond, Caio Blat, Gabriel Braga Nunes, Marcello Melo Jr., entre outros.
O cinema brasileiro conseguiu unir a eficácia de thrillers asfixiantes com denúncia social para formar um estilo próprio no qual Alemão é mais um dos seus destacados produtos. Passado no contexto da invasão das favelas para instalação das Unidades Pacificadoras, o filme narra a história de cinco polícias infiltrados que trabalham no terreno para preparar a invasão do Complexo do Alemão, uma das maiores favelas do Rio de Janeiro. Mas os traficantes acabam por descobrir o plano e movem contra eles uma caçada implacável.



CLM_ApneiaAPNEIA

14 Abril, 21h30, Sala Manoel de Oliveira

Brasil, 2014, 103 minutos
Realização: Maurício Eça
Com: Marisol Ribeiro, Marjorie Estiano, Thayla Ayalla.
Apneia conta uma semana na vida de Chris e de suas amigas. Chris não quer dormir. Por medo de sua apneia do sono e de seu próprio inconsciente, vira noites em busca de um sentido que não encontra durante o dia, vivendo sempre no limite de seu próprio corpo e da própria existência, arrastando consigo tudo à sua volta...


Jogo_XadrezJOGO DE XADREZ

12 Abril, 21h30, Sala Manoel de Oliveira

Brasil, 2014, 80 minutos | Legendas em inglês
Realização: Luis Antonio Pereira
Com: Priscila Fantin, Carla Marins, Luana Xavier.
Drama com contornos policiais parcialmente passado no interior de uma prisão feminina onde Mina cumpre pena por envolvimento num escândalo de corrupção. Mas o senador envolvido no golpe não está muito interessado em correr o risco de que ela o denuncie, por isso sua vida corre perigo. Ao mesmo tempo, Mina e mais duas amigas tentam resistir e dar o troco, envolvendo o espetador na espera de quem fará a próxima jogada.


CLM_Lura-(1)LURA

11 Abril, 18h30, Sala Manoel de Oliveira

Portugal, 2013, 79 minutos
Realização: Luís Brás
Com: Filipe Vargas, Ana Padrão.
Manuel muda-se para a casa agora abandonada que já foi da sua família. Ele tem ideias de reconstruir a sua vida, mas aos poucos vai sendo impregnado pelo enorme peso do passado que acaba por tornar-se mais importante do que o presente.


CLM_Ovendedordepassados-(1)O VENDEDOR DE PASSADOS

08 Abril, 21h30, Sala Manoel de Oliveira

Brasil, 2012, 78 minutos
Realização: Lula Buarque de Hollanda
Com: Lázaro Ramos, Alinne Moraes, Odilon Wagner, Mayana Neiva.
Se o passado determina aquilo que somos, uma boa forma de mudar um presente pouco auspicioso é modificar o que nos levou até ele. Esta é a especialidade do protagonista que, através de recursos tecnológicos e muita fantasia, reinventa a história dos seus clientes a ponto de influenciar sua vida atual. Mas a sua existência relativamente pacífica é abalada com a encomenda de uma misteriosa cliente que vai desencadear um processo de envolvimento com o trabalho muito pouco saudável para ele – embaralhando as contas do seu próprio passado. Baseado no livro de mesmo título de José Agualusa.


CLM_O_Rio_nos_Pertence_still-1O RIO NOS PERTENCE

14 Abril, 18h30, Sala Manoel de Oliveira

Brasil, 2013, 75 minutos
Realização: Ricardo Pretti
Com: Leandra Leal, Mariana Ximenes, Jiddu Pinheiro.
Esta obra de Ricardo Pretti trás a protagonista de volta à sua cidade natal, o Rio de Janeiro, depois de receber um estranho cartão postal. Mas este é um Rio muito distante dos cartões postais: enquanto tenta entender o porquê do seu próprio retorno, Marina mergulha num ambiente denso, repleto de paranoia e desespero. Obra com excelente circuito de festivais, incluindo a estreia no Festival de Roterdão e passagens pelas Mostras do Rio e São Paulo, para além do dinamarquês CPH PIX.


CLM_quando-eu-era-vivo1QUANDO EU ERA VIVO

13 Abril, 18h30, Sala Manoel de Oliveira

Brasil, 2014, 108 minutos
Realização: Marco Dutra
Com: Marat Descartes, António Fagundes, Sandy Leah.
Separado da mulher e sem emprego, Júnior retorna à casa do pai. O que lá encontra já não é o mundo da sua infância mas um ambiente que lhe parece cada vez mais inóspito e opressor. Obcecado pelo próprio passado e pela história da família, vai entrando num universo cada vez mais irreal, no limite entre a sanidade e a loucura, onde se misturam o mundo dos vivos e dos mortos. A cantora Sandy também tem números musicais, um dos quais particularmente imperdível por situá-la num horizonte muito distante do habitual! Marcos Dutra trabalhou com Juliana Rojas numa outra história de contornos terríficos, Trabalhar Cansa, presente no Festival de Cannes em 2013. Selecionado para a última edição do Festival de Roma.


CLM_uma-dose-violenta-de-qualquer-coisaUMA DOSE VIOLENTA DE QUALQUER COISA

10 Abril, 18h30, Sala Manoel de Oliveira

Brasil, 2013, 96 minutos
Realização: Gustavo Galvão
Com: Vinícius Ferreira, Marat Descartes, Leonardo Medeiros.
Intenso road movie que reúne duas personagens que andam na estrada à deriva. Uma delas acaba de “fugir” de casa, deixando tudo para trás sem maiores explicações; a outra é um veterano nas andanças da vida. Ambos buscam encontrar “uma dose violenta de qualquer coisa”. Reunindo amplo consenso crítico no Brasil, passou por dois dos mais prestigiados eventos cinematográficos do país, a Mostra de Cinema de São Paulo e o Festival de Brasília.