A França será o primeiro país não-lusófono a ser convidado pelo FESTin e foi escolhido pela sua ligação cultural e afetiva com o universo lusófono. A mostra conta com o apoio do Institut Français Portugal, da Aliança Francesa e da Rádio França Internacional.

Cesária Évora – Morna Blues

7 de abril (segunda) | 20h | Auditório do IFP*
França/Cabo Verde, 1996, 52 minutos, documentário
Realização: Éric Mulet e  Anaïs Prosaïc
O sucesso internacional de Cesária Évora colocou no panorama musical do mundo a comovente e deliciosa melodia da morna. Este filme, feito de ritmos requebrantes, é a própria imagem de Cesária : generosa e secreta. Por muito tempo “a diva de pés descalços” cantou para os frequentadores dos bares de Mindelo em troca de uma bebida ou de dinheiro. Neste documentário, a personalidade misteriosa de Cesária é mostrada em seu quotidiano. Cesária Évora parece levar o destino trágico de seu país, onde por trás das danças e melodias, escutamos textos de séculos de sofrimento e luta…

Kali, o pequeno vampiro

CC4 (93 minutos) – 5 de abril (sábado) | 18h30 | Sala 3
Portugal/Canadá/França/Suíça, 2012, 9’20 minutos, Animação

VER COMPETIÇÃO DE CURTAS-METRAGENS


Hóspedes da Noite

7 de abril (segunda) | 19h | Auditório do IFP*
França, Moçambique, 2007, 52 minutos, documentário
Realização: Licínio Azevedo
Na época colonial, o Grande Hotel, que ficava na cidade de Beira, era o maior de toda Moçambique: 350 quartos, suítes luxuosas, piscina olímpica… Atualmente o prédio, que está em ruínas, sem eletricidade ou água corrente, é habitado por 3.500 pessoas. Algumas delas moram lá há vinte anos. Além dos quartos, os salões, corredores, áreas de serviço e porão do hotel – onde sempre é noite – também servem como local de residência. Nenhum traço de tristeza ou piedade neste documentário esclarecedor.

Prémios
Fipa de Ouro no FIPA – International Festival of Audiovisual Programs, França (2008) Melhor Documentário no Festival Africa Taille XL, Bélgica (2009)

Nos bastidores da Gaiola dourada

3 de abril (quinta-feira) | 18h00 | Sala 3
(antecedendo a mesa redonda Lusofonia e Francofonia no Cinema)
França/Portugal, 2013, 36 minutos, documentário
Realização: Christophe Fonseca
Making of do filme A Gaiola Dourada, uma comédia franco-portuguesa, escrita e realizada pelo luso-francês Ruben Alves, que retrata a comunidade de emigrantes portugueses radicados em França.

O Grande Bazar

7 de abril (segunda) | 18h | Auditório do IFP*
França/Moçambique, 2005, 55 minutos, ficção
Realização: Licínio Azevedo
Com: Edmundo Mondlane, Chano Orlando, Chico Antonio, Paito Tcheco, Manuel Adamo, Manuel Mawelele, Bento Castigo
Dois meninos com experiências e objetivos diferentes encontram-se num velho mercado africano. Um deles procura trabalho para readquirir o que lhe foi roubado e poder voltar a casa; o outro não olha a meios e chega mesmo a roubar para não ter que viver com a família. Apesar destas diferenças, eles tornam-se amigos e juntos reinventam o mundo

Repare Bem

3 de abril (quinta-feira) | 21h00 | Sala 3
Brasil/Itália/França, 2013, 95 minutos, documentário
VER MARATONA DOCUMENTÁRIOS

*Filmes exibidos no Auditório IFP ( Institut français du Portugal)
Avenida Luís Bívar, 91 – 1050-143 Lisboa | Tel : 21 311 14 00