Homenagem a CPLP

O 20º aniversário da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) é lembrado nesta mostra que se divide entre filmes de ficção, documentários e uma mostra infantojuvenil, trazendo produções oriundas do Brasil, Portugal, Angola, Moçambique e São Tome e Príncipe como forma de retratar a rica diversidade cultural encontrada nesses países que têm em comum a língua portuguesa.

BEATRIZ

Beatriz_500Terça-feira, 10 de maio, 19h, Sala 3

Brasil/Portugal, 2015, 103 min, ficção

Realizador: ALBERTO GRAÇA

Com: Marjorie Estiano, Sérgio Guizé e Beatriz Batarda.

Trailer | Ticketline_100

Sinopse: Beatriz e Marcelo são um casal jovem e apaixonado. Ao mudarem-se para a Europa, ela tenta proteger Marcelo para que ele reencontre o seu rumo profissional como escritor. Em Lisboa, Beatriz firma-se trabalhando como advogada, enquanto Marcelo parece sair do vazio que o dominava, enfrentando o desafio de escrever o seu segundo livro, um romance sobre ciúme que envolve experiências do seu próprio casamento. Mas esse processo criativo pode levar à destruição da sua relação. Estreado no Festival do Rio.

Biografia do realizador:  Alberto Graça é fundador da MPC Filmes e produziu uma grande quantidade de obras para cinema e televisão. Beatriz é o seu terceiro trabalho como realizador – depois de Memórias do Medo (1981), selecionada para a Semana da Crítica do Festival de Cannes, e O Dia da Caça (2000), também com importante currículo em festivais.


Mostra CPLP de Documentários

ÁFRICA ABENÇOADA

África AbençoadaSegunda-feira, 9 de maio, 19h, Sala 3

Portugal/Guiné-Bissau, 2014, 52 min (legendas em inglês)

Realizador: AMINATA EMBALÓ

Trailer | Ticketline_100

Sinopse: Quintino Na Pana é um guineense de 29 anos com cinco filhos. Professor de educação física no secundário e estudante na faculdade, sofre com os sucessivos atrasos no ordenado. Ainda assim, Quintino pôs em prática o seu sonho: pedalar em nome de uma sociedade africana mais justa e equilibrada. E pelo quarto ano consecutivo vai pedalar mais de mil quilómetros até à Mauritânia sob o lema “África Abençoada”.

Biografia do realizador: Nasceu em 1965 na Guiné-Bissau. Roteirista e realizadora, a sua filmografia inclui os filmes Circuncisão (2005) e Tabaski (2006). O documentário África Abençoada foi rodado entre Guiné-Bissau, Senegal, Gâmbia e Mauritânia, e reuniu uma equipa de portugueses e guineenses.


CRIANÇAS ACUSADAS DE FEITIÇARIA

Crianças Acusadas de FeitiçariaSegunda-feira, 9 de maio, 20h30, Sala 3

Angola, 2015, 63 minutos

Realizador: MANUEL NARCÍSO “TONTON”

Ticketline_100

Sinopse: Crianças Acusadas de Feitiçaria é um documentário que retrata cenas de injustiça social contra as crianças que foram acusadas de feitiçaria pelos seus familiares. O testemunho é dado na primeira pessoa.

Prémios: Vencedor do melhor filme documentário no FIC Luanda, 2015.

Biografia do realizador: cineasta angolano, em 2005 ficou em terceiro lugar no festival Allience Française de Luanda com o filme Necessidades Biológica. Foi assistente de realização de Assaltos em Luanda e Alta Temperatura – Assaltos em Luanda 2. Realizou também Crimes do dia-a-dia, primeiro filme angolano de acção a participar no Festival Internacional de Filmes Pan-Africano de Cannes.


ESPAÇO MEMÓRIA – TIPOGRAFIA POPULAR DO SEIXAL

Espaço Memória - Tipografia do SeixalSegunda-feira, 9 de maio, 20h30, Sala 3

Portugal, 2015, 20 minutos

Realizador: MÁRIO CHEFE SIRGADO

Trailer | Ticketline_100

Sinopse: Documentário sobre um lugar onde três histórias se cruzam: a de um homem, a da tipografia e a da civilização.

Biografia do realizador: Mário Chefe Sirgado é natural de Lisboa. Tem um percurso profissional e formativo nas áreas de design de comunicação, fotografia e multimédia. Estudou Educação Visual e Tecnológica na ESE do Instituto Politécnico de Beja, Design de Comunicação na Faculdade de Belas Artes da UL, Produção Multimédia no Cenjor e fez o Curso Profissional de Fotografia na APAF – Associação Portuguesa de Arte Fotográfica. Participou em mostras de fotografia e instalações audiovisuais em Lisboa (Galeria A25A e Convento de São Francisco – FBA-UL), Barreiro (Galeria Municipal e “El Matador” – antigo matadouro) e Seixal (Festa do Avante).


MANUEL

ManuelSegunda-feira, 9 de maio, 20h30, Sala 3

São Tomé e Príncipe/Portugal, 2015, 7 minutos

Realizador: BRUNO CARNIDE

Ticketline_100

Sinopse: Manuel, 71 anos, viúvo, carpinteiro, dono de um lote de café na Roça de Monte Café, em São Tomé e Príncipe, terra de onde tudo brota sem pedir permissão. Manuel é de sorriso largo e rasgado, com uma fala de poema. Conta uma história única de um país que esqueceu o que era produzir o café.

Prémios: Vencedor do melhor documentário Nacional no festival São Tomé FestFilm 2015.

Biografia do realizador: Português natural de Leiria, nascido em 1987, Bruno Carnide mostrou desde cedo que o seu percurso artístico e profissional seria o da Sétima Arte. Ainda bastante jovem foi impulsionador e organizador de vários eventos e festivais de música e cultura. Licenciado em Som e Imagem pela Escola Superior de Artes e Design, das Caldas da Rainha, o realizador conta já com vários prémios a nível nacional e internacional e exibições em dezenas de países.


MAPUTO

 MaputoSegunda-feira, 9 de maio, 17h30, Sala 3

Moçambique, 2015, 74 min

Realizadores: JOÃO GRAÇA e FÁBIO RIBEIRO

Com: Colane da Silva, Nhez, Elisângela Rassul, George Bush.

Ticketline_100

Sinopse: Maputo é uma jovem capital africana a emergir ao ritmo frenético da demanda financeira global. Há quem diga mesmo que não é uma cidade para todos. Neste documentário, pessoas com diferentes vivências levam-nos para o interior dos seus bairros e ajudam-nos a ver, através do seu olhar, a cidade de Maputo. Entre elas, Nhez, um aspirante a estrela de rap que vive nos subúrbios à espera de uma oportunidade de fama, enquanto vende clandestinamente fatos para executivos no centro da cidade para sobreviver. É como ele sempre diz, “Salve-se quem puder!”.

Biografia dos realizadores: João Graça – Nasceu em Maputo, Moçambique. Estudou na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e regressou a Moçambique para desenvolver trabalhos na área da comunicação. Trabalhou em projetos audiovisuais na área da realização e edição, e em projetos de fotografia, animação e motion graphics, multimédia e web design. Atualmente tem-se dedicado à produção de documentários. Fábio Ribeiro – Realizador especializado em comunicação para o desenvolvimento com uma alargada experiência em documentários e estratégias audiovisuais integradas. Filmou e realizou filmes para a União Europeia, UNESCO, UNICEF, entre outros. Trabalhou como diretor de fotografia em diversos locais do continente Europeu, Americano, e em vários países Africanos. Conhecedor do território moçambicano, filmou projetos nas suas dez províncias durante os últimos cinco anos.


Festinha CPLP

Este evento muito especial levará alunos do 1º e 2º ciclo do ensino básico à sede da CPLP para assistirem curtas-metragens e contos que representam os países de língua portuguesa.

Segunda-feira, 9 de maio, 10h, Sede da CPLP. Duração total: 75 minutos

A FELICIDADE MORA AQUI

A Felicidade Mora AquiBrasil, Portugal e São Tomé e Príncipe, 2015, 15 minutos, Documentário

Realizadora: GLADYS MARIOTTO

Sinopse: O filme busca entender o conceito de felicidade em diferentes contextos. Os entrevistados são crianças entre 10 e 12 anos. Isso porque as crianças nessa idade têm condições de articular ideias e ao mesmo tempo, em tese, não estarem totalmente influenciadas por imposições da sociedade em que vivem. De forma geral, as crianças identificaram a família, os amigos e a escola como suas maiores fontes de felicidade. Essa é a maior lição que três países diferentes e unidos pela mesma língua deixam aos pais e educadores: proporcionar felicidade aos nossos filhos e alunos é muito mais simples do que imaginamos.

Biografia da realizadora: Gladys Mariotto é produtora e diretora de filmes e documentários, com trinta filmes produzidos, além de ter recebido dezenas prémios nacionais e internacionais. Atuou como diretora de produção e de arte das curtas Retrato de Família, Amor Fati e do documentário A Felicidade Mora Aqui, o seu mais recente trabalho. Escritora de livros didáticos e literários, conta com quarenta livros publicados. Em 2010, foi selecionada para o Japan Prize da rede NHK, em Tóquio, o maior evento mundial de média educativa.


A LENDA DE TIMOR

A Lenda de TimorPortugal, 2015, 5 minutos, Animação

Realização: ÍCARO TV

Sinopse: A lenda de como nasceu a ilha de Timor, contada pelos alunos do 2º e 3º ano da Escola Básica de Outiz, Vila Nova de Famalicão, Portugal.

 

 


OS PESTINHAS E O LADRÃO DE BRINQUEDOS

Ospestinhaseoladrãodebrinquedos_500Moçambique, 2013, 12’15 minutos, Animação

Realizador: NILDO ESSÁ

Com: Halima Essá

Sinopse:  Quando um dos “filhos” dos Pestinhas (Lili, Minhoca e ZéGordo) é sequestrado pelo ladrão da zona, cabe a estes recuperar o mesmo, até que a certo ponto se apercebem que afinal este ladrão tem outros brinquedos com planos de “revender”… Os Pestinhas e o Ladrão de Brinquedos é uma animação educativa, que retrata de forma indireta o rapto de menores.

Biografia do realizador: Nildo Essá é arquiteto e fundador do estúdio de animação FX. Trabalhou como freelancer para várias empresas de renome em campanhas publicitárias e diversas outras produções para TV. Em 2011, produziu uma campanha de sensibilização sobre a preservação de água e cinco animações pela ocasião dos Jogos Africanos, tendo também realizado a sua primeira curta-metragem O Tio Xixiteiro.


Contos

O Lobo e a Raposa (Angola)

Os Rapazes, o Velho e o Burro (Cabo Verde)

A Hiena, a Lebre e o Visco (Guiné Bissau)

O Leopardo, o Cão e a Cabra (Guiné Equatorial)