O Conexões FESTin, encontro de produtores audiovisuais dos países de língua portuguesa, realiza-se dias 21 e 22 de maio abordando coprodução, intercâmbio de projetos e guiões premiados e, oferecendo masterclass sobre desenvolvimento de séries.

Painéis

Os painéis são apresentados pela Ancine – Agência Nacional do Cinema do Brasil, representada por Juliano Cesar Alves Vianna, pelo ICA – Instituto do Cinema e do Audiovisual, representado por Paulo Gonçalves, e pela CPLP, representada por Georgina Benrós de Mello . Vianna tratará da conjuntura atual da produção audiovisual brasileira e dos mecanismos de coprodução entre Brasil e países de língua portuguesa. Gonçalves versará sobre temas também relacionados ao conteúdo e à produção de cinema entre estes países. Dra. Georgina apresentará um panorama dos polos audiovisuais.

Encontro Produtores FESTin

O FRAPA e o GUIÕES, festivais específicos de roteiros no Brasil e em Portugal, e seus autores, disponibilizaram sinopses dos roteiros premiados nas edições de 2018, longa-metragem e série, ambos de ficção, para que produtores e realizadores manifestem interesse no futuro projeto, quando da inscrição no Conexões FESTin. A partir do interesse demonstrado, os profissionais se reúnem e avaliam recursos e soluções para viabilizar o projeto num encontro de negócios onde poderemos também atender as demandas de cada empresa/produtor/realizador, com a exposição de seus projetos atuais.

Ao se inscrever, deve assinalar seu interesse em participar destas realizações, com base nas sinopses e se quiser, fazer contato direto com os guionistas. No encontro conversaremos a respeito da possibilidade de realizar estes projetos audiovisuais, quais as formas de alavancar recursos e concretizar o desenvolvimento. Uma oportunidade também para compartilhar e buscar parceiros para seus novos projetos.

Masterclass

Em parceria com GUIÕES – Festival do Roteiro de Língua Portuguesa, Caio Quinderé ministra masterclass de Teoria Geral de Séries. A aula fornecerá aos alunos as ferramentas para compreender os diferentes géneros das séries de televisão, os tipos de personagens e conflitos, como se dá a construção do universo e qual o mecanismo que garante a sustentabilidade das histórias.

PROGRAMAÇÃO

Cinema São Jorge, sala 2

21 MAIO – TERÇA-FEIRA

15h | Painéis
“Audiovisual no Brasil e as coproduções com países de língua portuguesa” com Juliano Cesar Alves Vianna, Assessor da Presidência da Ancine – Agência Nacional do Cinema – Brasil

“Conteúdo do cinema e audiovisual de língua portuguesa” com Paulo Gonçalves, Chefe de Divisão Estudos e Estatística do ICA – Instituto do Cinema e do Audiovisual – Portugal

“Polos audiovisuais e seus resultados” com Georgina Benrós de Mello, Diretora Geral da CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

16h | Mesa Redonda “FESTin: Coprodução Audiovisual dos Países de Língua Portuguesa”
Realizadores e produtores de Portugal, Brasil, Angola e Cabo Verde reúnem-se para debater processos, tipos de financiamentos e casos de coprodução entre países de língua portuguesa, com a presença da Dra. Georgina Benrós de Mello, Diretora Geral da CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

17h | Encontro de Produtores do FESTin
Encontro de produtores e realizadores interessados no desenvolvimento de roteiros premiados no GUIÕES – Festival de Roteiros e no FRAPA – Festival de Roteiros Audiovisuais de Porto Alegre. Veja ao final da página as sinopses dos guiões.

22 MAIO – QUARTA-FEIRA

14h | Masterclass
“Teoria Geral de Séries” | Caio Quinderé

PARTICIPANTES

Juliano Cesar Alves Vianna | Ancine


Desde 2009 é servidor concursado da ANCINE – Agência Nacional do Cinema, onde passou por várias áreas e exerceu diversos cargos, entre eles Coordenador de Gestão Financeira, Coordenador de Gestão de linhas de Desenvolvimento do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e Assessor da Superintendência de Fomento. Foi também Assessor Especial do Ministro da Cultura (2017). Atualmente, é o Chefe de Gabinete do Diretor Presidente da ANCINE. Cursou Administração, possui MBA em Gestão Empresarial, pós graduou-se em Direito Público e Tributário, é Mestrando em Economia Empresarial com ênfase em Gerenciamento de Projetos.



Paulo Miguel de Carvalho Peres Gonçalves | ICA

Licenciado em Gestão e Administração Pública tem vindo a exercer diversos cargos técnicos e de chefia em várias unidades orgânicas do Instituto do Cinema e do Audiovisual de Portugal, desde 1999 até ao presente. Foi fundador do Observatório Ibero-americano do Audiovisual (OIA), que coordenou entre 2009 e 2016; Gerente da Sociedade SIC – Filmes entre 1999 e 2011; Vogal do Conselho Fiscal e Secretário da Assembleia Geral do Observatório da Comunicação – OBERCOM, entre 2000 e 2002, e Fundador do Cineclube de Macau, que presidiu entre 1996 e 1998.

Georgina Benrós de Mello | CPLP


Natural de Cabo Verde, tem experiência nos setores público e privado, organizações internacionais e ainda em organizações da sociedade civil. Já trabalhou com projetos de diferentes fundos e agências das Nações Unidas, tal como com projetos financiados pelo Banco Mundial, tanto em Cabo Verde como em Timor-Leste. É Diretora Geral da CPLP, desde fevereiro de 2014.


Caio Quinderé | Masterclass

Caio Quinderé é dramaturgo, roteirista e produtor de cinema e televisão.
Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda e em Jornalismo, pós-graduação em Arte e Educação e mestrado em Ciências da Educação. Larga experiência como jornalista, autor-roteirista, diretor e produtor de teatro, cinema e televisão. Na televisão já realizou programas no núcleo de jornalismo e de entretenimento da TV Diário, TV O Povo e TV Jangadeiro, em Fortaleza- Ceará, exercendo a função de produtor, chefe de reportagem e diretor de TV. No vídeo e na publicidade, escreveu, dirigiu e produziu diversos vídeos institucionais e campanhas publicitárias para o Sistema Fecomércio/Sesc/Senac e demais empresas públicas e privadas brasileiras; e ainda realizou documentários, tais como: Sagrado e Profano (2010), Os Sentidos das Águas (2012) e Asas de uma Mulher (2014). No cinema, escreveu o longa-metragem A Lenda do Gato Preto, em parceria com Kennedy Saldanha, sob a realização de Clébio Viriato Ribeiro e outras participações em produções cinematográficas. No mundo corporativo, organizou e coordenou a implantação da TV Fecomércio/AR Ceará, na plataforma IPTV streaming, exercendo os cargos de assessor de Midia e gerente de Comunicação e Marketing do Serviço Social do Comércio e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. No teatro, escreveu peças para crianças e adultos, sendo premiados em mostras e festivais e se apresentado no Brasil e em Portugal. Tem escrito artigos para jornais, revistas e coletâneas poéticas e conta com seis livros publicados. Em Portugal está associado a Associação Portuguesa de Escritores – APE e a Associação Portuguesa de Telemática Educativa – APTE.


SINOPSES DOS GUIÕES

GUIÃO PREMIADO NO GUIÕES 2018:

Longa-Metragem “A casa debaixo da praia” de Rafael Santos, Lisboa – Portugal

Durante uma semana de férias junto à praia, um acanhado rapaz de dez anos conhece uma irreverente rapariga de onze. Ele começa por evitá-la – temendo-lhe a impetuosidade. Ela desafia-o ferozmente para uma aventura impossível. Com grande persuasão, seduzido pela ideia da existência de uma exótica casa onde todos os sonhos cabem, ele acaba por aceitar o repto. O que rapariga nunca revela é sua verdadeira motivação para ir – disfarçando uma inquietante obsessão que irá pôr a vida do rapaz em perigo.

Rafael Santos: Porque escrevo? Simples: por gozo! Stephen King disse uma vez: “faço-o por pura alegria da coisa. E se o fazes por alegria, podes fazê-lo para sempre.” Por carolice, tenho escrito crítica musical no Bodyspace.net; em 2012 editei um romance, “O Quinto Império”; e escrevo guiões há uma década, tendo sido a vitória do “A Casa Debaixo da Praia” no GUIÕES de 2018 um dos momentos mais singulares nesta jubilosa viagem pelas letras.

Email: r_b_santos_world@hotmail.com

GUIÃO DE PILOTO PREMIADO NO FRAPA 2018:

Série de 10 episódios “EXTREMO SUL” de Carol Garcia, Barbara Harrington, Célio Porto e Gustavo Fernandez, Rio de Janeiro – Brasil

DIEGO FALCÃO, um respeitado detetive da Delegacia de Homicídios de Porto Alegre, é enviado a Rio Grande, sua cidade natal, para solucionar um macabro assassinato: uma jovem vestida de noiva é encontrada enforcada em um farol abandonado, às margens da Lagoa dos Patos, no extremo sul do Brasil. Todos os indícios apontam para VALQUÍRIA, o amor de juventude de FALCÃO, cuja vida ele arruinou trinta anos antes em um acidente de carro em que ela perdeu a perna direita e teve sua promissora carreira de bailarina profissional interrompida. Destruído pelo remorso, FALCÃO deixou Rio Grande para nunca mais voltar. Agora, o detetive será obrigado a encarar de frente sua culpa e investigar VALQUÍRIA, sem saber se nesse processo a estará destruindo pela segunda vez ou sendo manipulado por uma psicopata. Das tensões entre o tempo presente e o passado emerge uma trama há muito enterrada nas paisagens inóspitas do Extremo Sul, desafiando o detetive, a polícia e a memória daqueles que não esqueceram.

Carol Garcia é uma guionista brasileira especializada em séries de televisão. Em comédia, participou das equipes do Tapas e Beijos e Cine Holliúdi para a TV Globo, além de ter coordenado a equipe de guião do Vai que Cola nas 6a e 7a temporadas para o Multishow. Em séries de ação, Carol fez parte das equipes da segunda temporada de Impuros, para o canal Fox Premium e Jungle Pilot, com previsão de estreia para setembro de 2019 na Universal Channel. Atualmente, Carol está na equipe de guião de uma série policial para Netflix.

Barbara Harrington é uma dramaturga norte-americana que trabalha no Brasil desde 1994. Ela é autora de textos para teatro e televisão e é coach para atores de televisão e cinema. Também traduziu várias peças para teatro, inclusive Hamlet (2007), com Wagner Moura e Aderbal Freire Filho. Desde 2013, Barbara Harrington trabalha na TV Globo como guionista, script doctor e coach, além de ser professora na Roteiraria.

Célio Porto é um guionista e comediante carioca, que trabalha na TV Globo desde 2011. Começou escrevendo no seriado “Louco por Elas” (TV Globo), logo depois participou da elaboração e primeira temporada de “O Fantástico Mundo de Gregório” (Multishow). No cinema, assina “Desculpe o Transtorno”, “Carlinhos e Carlão” (em pós) e “O riso de Ariano” (em pós). Atualmente, é um dos autores de “Isso a Globo não mostra”, todo domingo, no Fantástico.

EXTREMO SUL terá a direção de Gustavo Fernandez, diretor artístico de núcleo da Rede Globo.

Email: garciabcarol@gmail.com

INSCRIÇÕES GRATUITAS AQUI