Sessão Infantil 1 – 3 a 7 anos  | (SÁBADO) 03 março | 15h | Sala 3 | Duração 1h

Sessão Infantil 2 – 8 a 12 anos | (DOMINGO) 04 março | 15h | Sala 3 | Duração 1h 

 


Sessão Infantil 1 

Diário de areia 

Brasil, 2017, 07 min., Animação  C/ Presença da Realizadora

Realizadoras: Isadora Morales Chavez e Sarah Carvalho Guedes 

Sinopse: Erin é uma menina de 15 anos que foi escolhida como a Guardiã dos Pesadelos. A sua missão é purificar os pesadelos que escapam para o mundo real e proteger a humanidade dos seus medos mais profundos, dia e noite, sem descanso.

Biografia das realizadoras: Isadora Morales Chaves formou-se em 2016 na Universidade Federal de Minas Gerais em Cinema de Animação e Artes Digitais. Atualmente ela mora em Manchester (UK) e trabalha como artista de Storyboard no estúdio de animação irlandês Brown Bag Films (Nella, Uma Princesa Corajosa; Doutora Brinquedos, Octonautas). O Diário de Areia marca a sua estréia como diretora e é a sua segunda parceria com a diretora de arte e cenarista do filme, Sarah Guedes. As duas também trabalharam juntas no filme A Primeira Flauta (2017), dirigido por Simon Brethé e Ricardo Poeira.

Sarah Carvalho Guedes é uma jovem artista mineira de 23 anos, atuando como cenarista e coordenadora de arte, formou-se em cinema de Animação e Artes Digitais pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 2017. Hoje trabalha na coordenação de arte do Longa Metragem Mineiro : Nimuendajú, projeto da diretora Tania Anaya com previsão de lançamento para 2019. O filme foi destacado em importantes meios de informação tais quais a revista Variety e Cartoon Brew pela sua autenticidade. Este ano está com dois filmes concorrendo em festivais: A primeira Flauta e Diário de Areia, ambos selecionados pelo festival internacional de animação Anima Mundi. Tem como objetivo dar vida a uma historia através da elaboração de cenários que transportem as pessoas a novos lugares, a ambientes mágicos e fantásticos, construindo através de cores, linhas e formas, sentimentos.


Médico de Monstro

Brasil, 2017, 11 min., Ficção

Realizador: Gustavo Teixeira

Sinopse: Dudu quer ser médico de monstros quando crescer. Ninguém o leva a sério; nem ele tem a certeza de como o vai fazer. Até ao dia em que recebe um paciente inesperado…

Biografia das realizador: Gustavo teixeira é cineasta brasileiro graduado na Conservatoire Libre du Cinéma Français in Paris, France. Atualmente trabalha como diretor no seu estúdio Palma Filmes em São Paulo. Médico de Monstro é o seu primeiro curta como diretor. 

 

 

 


A primeira flauta

Brasil, 2017, 04 min., Animação

Realizador: Simon Brethé e Ricardo Poeira

Sinopse: Uma fábula visual sobre a origem da música. O filme exalta a ancestralidade da música como forma de expressão humana capaz de criar e fortalecer vínculos entre pessoas.

Biografia das realizadores: Simon Pedro Brethé Professor de desenho de animação do curso de Cinema de Animação e Artes Digitais da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Ricardo Pereira de Sousa Filho Bacharel em Belas Artes com habilitação em Cinema de Animação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Proprietário da produtora de cinema de animação “Poeira Estúdio”, onde trabalha como produtor, diretor, animador e professor de oficinas.


Irmãos Suados

Brasil, 2017, 01.10 min., Animação

Realizadores: Nicholas Paim e Clauder Marros

Sinopse: Pore e Swe são dois irmãos que querem fazer tudo do seu jeito. Eles suam muito para realizar as aventuras capazes de suprir seus desejos. 

Sinopse: Este filme faz parte da série “Lendas Animadas” que conta histórias misturando elementos da natureza com trabalhos de arte de crianças. Neste episódio contamos uma lenda dos índios tupi guaranis da Amazônia. Enquanto os homens iam para a mata as mulheres cuidavam do preparo da comida. E elas tinham um segredo que escondiam de todos. As crianças curiosas seguiram as mães, escondidas. E através desta aventura os índios explicam como as estrelas surgiram.


Como surgiram as estrelas

Brasil, 2017, 05 min., Animação

Realizador: Renato Barbieri e Adriana Meirelles

Sinopse: Este filme faz parte da série “Lendas Animadas” que conta histórias misturando elementos da natureza com trabalhos de arte de crianças. Neste episódio contamos uma lenda dos índios tupi guaranis da Amazônia. Enquanto os homens iam para a mata as mulheres cuidavam do preparo da comida. E elas tinham um segredo que escondiam de todos. As crianças curiosas seguiram as mães, escondidas. E através desta aventura os índios explicam como as estrelas surgiram.

Biografia do realizador: Renato Barbieri é diretor, produtor e roteirista em 06 longas, 14 médias e 08 séries para TV, com destaque para Cora Coralina – Todas as Vidas, As Vidas de Maria, Atlântico Negro – na Rota dos Orixás, A Invenção de Brasília, Cidades Inventadas, Malagrida, Bianchetti, A Revolta dos Cabanos, Brasil Migrante e Lendas Animadas. Iniciou sua carreira na Olhar Eletrônico, dirigiu o Jornal de Vanguarda e co-idealizou o Teste de Audiência. É diretor da GAYA Filmes e da CONNE – Conexão Audiovisual do Centro-Oeste, Norte e Nordeste.


O fim da fila

Brasil, 2017, 03 min., Animação

Realizador: William Côgo

Sinopse: Baseado num premiado livro de imagem, a animação nos apresenta vários animais brasileiros em fila, dia após dia. Conforme passa o tempo, surgem novos motivos para que os animais sigam em frente, sempre enfileirados – incluindo a aparição de um conhecido personagem do folclore. Afinal, o que tem no fim da fila? A linguagem gráfica evoca a arte indígena brasileira.

Biografia do Realizador: William Figueiredo Côgo é carioca, nascido em  1975, bacharel em Design Gráfico pela Escola de Belas Artes da UFRJ no ano de 1998. Em 1997 Integrou a equipe de produção de animação na UERJ, o Animagem, dirigida pelo renomado ilustrador e animador Rui de Oliveira. Lá, participou da produção de “Amor Índio” e “A lenda do dia e da noite”, 2 curtas-metragens integrantes da série “América Morena”. Em 2001 abre o escritório Labareda Design junto com Eduardo Tavares, amigo dos tempos da Escola de Belas Artes. Em 2002 lança seu primeiro curta- metragem: “ Alma Carioca, um Choro de menino”. Em 2005, o segundo: “E o vento….me levou!”


Brinquedo Novo 

Brasil, 2017, 06.25 min., Animação

Realizador: Rogério Boechat

Sinopse: Eu mais um dia entediante, um bebê ganha de sua mãe um ursinho de pelúcia. O brinquedo novo se torna seu melhor amigo. Com o passar do tempo, ele se transforma em objeto tedioso. O bebê o leva para todo o lado, trista, até o destino o surpreender…

Biografia do Realizador: Rogério Boechat é sócio e diretor na LUVA, estúdio de animaçāo localizado no Rio de Janeiro. Nos últimos 9 anos, ele vem dirigindo animações para propagandas, institucionais e projetos pessoais. É também um dos criadores do projeto de série animada “The Meaning Of” (O Que É?), ganhador do International Pitch do MIPJunior 2016.


Nimbus – O caçador de nuvens

Brasil, 2016, 16 min., Animação

Realizador: Marco Nick

Sinopse: Um menino caça nuvens para criar água para a aldeia. Um dia o seu projeto é destruído e ele precisa de subir uma montanha para chegar às nuvens. No entanto, a jornada não é tão simples quanto parece e ele vai descobrir que há outras formas de ter o que precisa.

Biografia do Realizador:  Marco Nick (Belo Horizonte, 30), tem um bacharelato em Desing Gráfico na Universidade do Estado de Minas Gerais -UEMG. No cinema, fez a realização, animação e escreveu o argumento para a curta metragem “Quinto Andar” (hd, 2012). Como designer trabalhou em várias agências publicitárias como ilustrador, designer gráfico e motion designer. No seu último projeto trabalhou como realizador, animador e ilustrador no filme de animação:”Nimbus, O Caçador de Nuvens” (2k, 2016).


Iemanjá

Brasil, 2017, 05 min., Animação

Realizador: Renato Barbieri e Adriana Meirelles

Sinopse: Faz parte da série “Lendas Animadas” que conta histórias misturando elementos da natureza com trabalhos de arte de crianças. Conta a história de Iemanjá, a rainha do mar e protetora de todas as criaturas do oceano. Um dia chegaram os humanos e começaram a tratar o mar com desprezo e descuido, jogando todo tipo de lixo. Com a ajuda de Olorum, Iemanjá ganhou dons mágicos para combater e superar estes problemas.

Biografia do Realizador: Renato Barbieri é diretor, produtor e roteirista em 06 longas, 14 médias e 08 séries para TV, com destaque para Cora Coralina – Todas as Vidas, As Vidas de Maria, Atlântico Negro – na Rota dos Orixás, A Invenção de Brasília, Cidades Inventadas, Malagrida, Bianchetti, A Revolta dos Cabanos, Brasil Migrante e Lendas Animadas. Iniciou sua carreira na Olhar Eletrônico, dirigiu o Jornal de Vanguarda e co-idealizou o Teste de Audiência. É diretor da GAYA Filmes e da CONNE – Conexão Audiovisual do Centro-Oeste, Norte e Nordeste.


Sessão Infantil 2 

Em algum lugar

Portugal, 2017, 16.29 min., Documentário. C/ Legendas em Inglês  C/Presença dos realizadores

Realizador: Inês de Sá Frias e Leandro Martins

Sinopse: Kety, Mirela e Kevin são 3 irmãos que fazem parte de uma família circense. Apesar da diferença de idades, cada um deles tem um papel muito importante no bom funcionamento do circo e as suas próprias motivações para escolher a vida itinerante.

Biografia dos Realizadores: Inês de Sá Frias nasceu a 18 de Outubro de 1994 em Lisboa. Após ter completado o Secundário na Escola Profissional Teatro de Cascais, completou o curso de Interpretação para Cinema e Televisão na Restart. Em 2015, começou o curso em cinema na Escola Superior de Teatro e Cinema. Realizou em âmbito escolar “Em Lugar Algum” (2017) e escreveu “1º Direito”. Leandro Martins nasceu a 7 de Dezembro de 1990 em Ponte de Lima. Em 2015, começou o curso em cinema na Escola Superior de Teatro e Cinema. Realizou em âmbito escolar “Em Lugar Algum” (2017) e escreveu “1º Direito”.


Órion

Brasil, 2016, 16 min., Ficção. C/ Legendas em Inglês

Realizadora: Rodriane DL

Sinopse: Cecília adora astronomia. Todas as noites ela sai de casa para observar as estrelas, levando sempre a sua coleção de lanternas para reproduzir na relva as constelações que vê no céu. Até que num certo dia algo estranho acontece…

Biografia da Realizadora: Rodriane DL é roteirista e diretora.  Estudou Publicidade na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC / PR) de 1996 a 1999. Em 2004, ela decidiu seguir a sua verdadeira paixão, então foi para escola de cinema na Faculdade de Artes do Paraná (FAP / PR), onde se formou em 2009. Ainda na escola de cinema começou a dirigir videoclipes e curtas-metragens, incluindo o seu primeiro filme Naftalinas, Doces e Traças (2009). 

 


Diga ao meu pai que estou bem

Brasil, 2017, 16.30 min., Infantil. C/ Legendas em Inglês

Realizadora: Bruna Fracascio

Sinopse: Ju, uma criança disléxica de 9 anos, decide abandonar a casa ao julgar ser um peso na vida do pai. A partir da leitura da carta que Ju deixou para trás, o filme mostra sintomas da dislexia e como o próprio pai e outros "responsáveis " lidam com eles.

Biografia da Realizadora: Bruna Fracascio tem 22 anos, é nascida em Jundiaí – SP e é estudante de Cinema e Audiovisual pela faculdade CEUNSP, em Salto – SP, onde mora atualmente. É sócio- fundadora da Egrégora Filmes, produtora audiovisual fundada em 2017. Antes de ingressar na produção cinematográfica, trabalhou como fotógrafa, posição que gerou alguns prêmios em editais em Jundiaí – SP. Em 2016, dirigiu o documentário chamado “Marcha da Consciência Negra de Jundiaí”, atuou como Diretora de Produção do curta-metragem de ficção chamado “O Riso” (direção de Estevão S Souza) e como Assistente de Fotografia do curta-metragem de ficção chamado “Marginais” (direção de Giovani Beloto). Em 2017, dirigiu dos curtas-metragens de ficção: “Onde Nascem os Sonhos” e “Diga ao Meu Pai Que Estou Bem”, que é baseado em parte de sua história e a relação que tem com a dislexia. Nesse último, Bruna também atua como produtora e co-roteirista. Produziu o videoclipe da música “Paralisia do Sono”, de Leonardo Zorzi (direção de Kaíque Padilha) e trabalhou como Assistente de Arte no curta-metragem de ficção chamado “Ricardo Para Deputado” (direção de Stefanie Klein). Atualmente trabalha como diretora e produtora do curta-metragem de ficção “Bem, te Quero”, como Diretora de Arte e Conceito de uma animação chamada “Pequenas Penas” e como Assistente de Arte no curta-metragem musical chamado “Acorde”, todos em fase de preparação e com lançamento previsto para Outubro de 2018.


Próxima

Brasil, 2017, 15 min.,  Ficção. C/ Legendas em Inglês  C/ Presença do Produtor

Realizadora: Luiza Campos

Com: Amanda Delbone, Nina Medeiros, Antoniela Canto, Georgina Castro e Vanessa Bruno

Sinopse: Aos doze anos, Carol percebe que todas as pessoas em seu redor estão muito parecidas: as suas tias e primas, amigas da escola, mulheres nas lojas, cantoras na internet… Todas têm cabelo lisa. Menos a Carol, que decide mudar isso.

Biografia da Realizadora: Luiza Campos é uma diretora brasileira em busca constante pela verdadeira narrativa, seja em ficção ou em documentário. Luiza tem uma abordagem divertida e sensível em todos seus trabalhos. Após dirigir as séries de TV “Descolados” para MTV, “Destino Lua-de-Mel” para Discovery Channel e “Julie e os Fantasmas” para Band, “Mesa Pra Dois” para GNT, Luiza crio e dirigiu o documentário “Alphaville” para o canal alemão Arte/ZDF e o curta-metragem “Próxima”, financiado pelo Edital Cultura Inglesa, e que está sendo exibido para diversos festivais. Luiza atualmente trabalha com filmes de publicidade para as principais agências brasileiras, como F-Nazca, Almap/BBDO, Neogama, Africa, Dentsu, Havas, Salve Tribal e seus clientes Itaú, Santander, Cannon, Suzuki, Dove, Boticario, Natura, Nextel, Vivo, Skol e TIM. Ela é uma das fundadoras do coletivo TETA, que tem o objetivo produzir conteúdo escrito, dirigido e protagonizado por mulheres.

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardar